terça-feira, 26 de março de 2013

Conhecendo: Karen Bertolazzo.

Hoje a entrevista é com uma família super fofa, a Karen tem 4 filhos e está indo para o quinto. hahaha Ela tem um filho que estudava com a Mel. E depois de algumas festinhas descobri que ela tem um 5 meses mais velho que o Murilo! Vamos conhecer ela e a família?

1. Nome Completo, idade: Karen Bertolazzo Giusti Bettinelli, 29 anos.

2. Nome dos filhos, idade: Lorenzo Bertolazzo Giusti Bettinelli, 5 anos; Isabella Bertolazzo Bettinelli, 3 anos; Martim Bertolazzo Giusti Bettinelli, 2 anos; Valentim Bertolazzo Giusti Bettinelli, 1 ano; Sofia Bertolazzo Bettinelli, 5 meses de gestação.

3. Como escolheu os nomes e sobrenomes? Lorenzo, Isabella e Sofia são sonhos de infância. Cresci no meio desses nomes e as duas famílias são italianas então ajudou muito! Martim e Valentim foi o marido que escolheu e eu não sei porque, mas adorei os nomes. Eu tenho pai italiano e mãe brasileira e como nasci na Itália, tenho apenas 1 sobrenome e o meu marido tem pai e mãe italianos mas nasceu no Brasil e então tem dois sobrenomes e aí nossos filhos tem esses 3. (ah, e eu e meu marido temos passaporte italiano! E eu, por ser italiana, consegui para os meus filhos também)

4. Como descobriu a gravidez? Quem foi o primeiro a saber? Sempre a mesma história! hahaah Menstruação atrasada + enjoo + vomito + vontade de comer muito!! Meu marido sempre foi o primeiro a saber, e depois contávamos para os filhos e dai o resto da família.

5. Onde fez o enxoval? Na Itália, aproveitava para visitar a família (meus pais ainda moram lá)! E essa última nos EUA, mas vou ir visitar a mamãe mesmo assim. hahaha

6. Quais os cuidados que você teve/está tendo durante a gravidez? E pós parto? Alimentação, tanto para a gravidez quanto para o pós parto. Na gravidez precisamos dos nutrientes para o bebê e isso continua no pós parto, precisamos passar tudo pelo leite! A do Lorenzo não me cuidei nada, e ele nasceu bem pequeninho e é até hoje, e os irmãos não. No pós parto é mais importante ainda, para a mãe voltar ao peso!  E muitos cremes para estria, fazia, e faço, uma meleca.

7. Como decidiu que queria ter 5 filhos? Adoro família grande e tenho uma família gigante. A minha mãe é brasileira mas a minha avó é italiana e depois que minha mãe casou, voltou para a Itália e levou a família inteira e então eu cresci nessa loucura todo o tempo em que morei na Itália (do nascimento aos 20 anos, quando vim para cá com alguns primos, fui a única que fiquei pois conheci meu marido e casamos em menos de 2 anos. hahaha) e meu marido também é italiano, ele nasceu no Brasil mas se mudou para a Itália com 5 meses e passou a vida toda lá, veio para cá para visitar os avós e nunca mais voltou pois casamos e ficamos por aqui, até o ano que vem, quando iremos voltar para nossa terrinha. Então quando casei decidimos que teríamos no mínimo três filhos, pois estávamos longe da família e eles não cresceriam com os primos! Depois de alguns anos ele me convenceu de ter mais que 3 e aqui estamos nós, com 5. Desde que o Lorenzo nasceu nós vamos todos os anos para a Itália mas agora o número de filhos está muito grande é melhor mudar para lá mesmo e gastar BEM menos para visitar a família e ainda ter a chance de dar uma educação muito melhor para nossos filhos e morar em um país muito melhor que o Brasil, que mesmo eu amando e não querendo sair daqui, não nego que está complicado de se viver.

8. Qual a marca de carrinho você optou? Bugaboo donkey. Quando engravidei da Isabella sabia que teria outro filho logo, os planos eram ter no máximo com diferença de 2 anos então comprei o mono, mas com esse negócio do lado que pode ser adaptado para outra criança! Esse negócio do lado é tipo uma cesta que você pode levar várias coisas, super útil. Quando o Martim nasceu nós compramos um assento azul e pronto, e quando o Valentim nasceu só trocamos o "guarda sol" do que era da Isabella e virou um carrinho azul. Agora voltamos para o rosa e azul. ahahaha Inclusive to pensando em comprar outro, deixar um carrinho azul (para Martim e Valentim) e um rosa (para Isabella e Sofia) ou dois rosa-azul (um para a Isabella e o Martim e outro para o Valentim e a Sofia, assim fica por "idade"). hahahaha

9. Alguém te ajudou na decoração do quarto deles? E quais as cores escolhidas? Claro! hahah Imagina se eu ia conseguir fazer tudo sozinha. Vou falar como é hoje e não como era quando ainda tinha berço (MARTIM E VALENTIM AINDA DORMEM NO BERÇO, TA? vamos mudar eles para a cama no final do ano e tirar a fralda!!).
Lorenzo: Tradicional azul com branco, tema ursos esportistas.
Isabella: Marrom com pink, tema ursinhas bailarinas.
Martim: Vermelho, azul e branco, tema piratas.
Valentim: Bege e verde, sem tema. Tem de tudo: avião, pipa, ursinhos, carrinhos...
Sofia: Ainda não fiz, mas já tenho ideias! Quero que seja cinza, rosa e branco e sem tema.
E tema é modo de dizer, porque o quarto é super simples! Só o do Martim e do Valentim que são mais elaborados.

10. As gravidezes foram planejadas? Sim e não, não acho que tenha um plano que de certo quando se trata de procriação. Você pode planejar ter um filho e tem gêmeos, então fica meio difícil né? Eu planejei dois e estou indo pro quinto!!! 

11. Pretende ter mais filhos? Não. Sempre sou curta e grossa com essa pergunta! Acho 5 um numero mais do que bom.

12. Melhor viagem, com e sem filhos. A melhor que já fizemos ou a melhor que fazemos sempre? hahaha A melhor que já fizemos com eles foi para a Africa do Sul, e eu ainda estava grávida do Valentim e o Martim tinha 7 meses, mas foi uma delícia ver eles conhecendo os animais! E Itália também é um lugar ótimo, quem não gosta de ver as vovós (avó e bisavó)? E sem foi para Fernando de Noronha, uma delícia de lugar e que está bem pertinho (modo de dizer, porque é longe hahha Mas mesmo assim, é no Brasil). 

13. Como você consegue conciliar vida profissional, de mãe, esposa e dona de casa? Não conseguindo! Não tenho vida profissional e de dona de casa, tenho três empregadas lindas que me ajudam e ainda tenho uma ajuda com as crianças, uma babá que trabalha de segunda a sexta. Ser esposa é fácil quando se ama, e mãe também!

14. Qual o momento que mais te marcou com seus filhos? Cada um tem seu momento especial e que eu não posso comparar! Mas acho que o mais importante é o primeiro "mamãe, te amo" e claro que qualquer dia que um te amo seja dito é super especial. O que eu fico mais feliz é com o boa noite, que quando eu esqueço eles vão no meu quarto pedir (ai vou no quarto, dou um beijo e arrumo) ou só me dão um beijo enquanto finjo que durmo (foi uma ou duas vezes com cada filho. hahaha Foi só com o Lo e Bella, porque os outros dois ainda estão no berço!) e voltam para a cama!

15. Eles já estudam? Se sim, como escolheu a escola? O Lorenzo sim, a Isabella e o Martim começam esse ano e o Valentim não. Escolhi a que mais me agradou e a que teve mais recomendações boas e eu vi como a escola era boa quando um aluno (que tem no máximo 5 anos, e agora é amiguinho do Lorenzo) disse que gostava da escola! E o Lorenzo já estudava a três anos, mas a escola não estava me agrandando como agradava quando era menor.

16. Normal ou cesárea? Normal. Infelizmente o Valentim não nasceu assim, e não sei se a Sofia irá nascer assim, mas torcemos para que sim!

17. Preparada para ser mãe de 5? Nem um pouquinho! hahahaha Mas faz parte.

terça-feira, 19 de março de 2013

11 dias da Catarina!

Na última sexta eu falei que segunda eu iria voltar a fazer post e todas as meninas também, elas voltaram mas eu não! hahah Mas como minha irmã é uma anja, ela já contou que a Catarina nasceu e tudo mais, né? Obrigada Gi!

Eu tenho tantas coisas novas para contar que não vai faltar post!!!! Finalmente né? Dizem que o país só volta ao normal depois do carnaval mas o nosso blog só volta ao normal depois dos bebês nascerem! hahaha

Quando eu fiz aquele post do look do dia na sexta feira (8) eu já estava com contrações, mas eram irregulares e eu nem imaginava que a Catarina iria nascer no outro dia! haha Eu ainda estou fazendo o post de Relato de Parto (e já postei! rs) e vai demorar um pouquinho já que está impossível de ter um tempinho nessa casa, mas logo se ajeita, né? hahaha Agora sou oficialmente mãe de 4!!!

A Catarina nasceu de PN assim como o Murilo e a Melissa! Eu queria PC mas como a Catarina quis nascer de 36 semanas (e 1 dia) a gente aceitou. Minha sogra e meu pai estão ajudando muuuito, e eu to amando ter a companhia deles nessa hora tão especial na nossa vida. Melissa ama a vovó e o Joaquim o vovô e então não estão nem aí para a mamãe e a Cacá, já o Murilo está um grude que só... com o papai! A mamãe está se dedicando totalmente a Catarina, já que os outros filhos esquecerem que tem mãe e que acabaram de ganhar uma irmã.

A Catarina nasceu pequenininha como esperávamos, melhor, como a mamãe esperava porque a médica disse que ela nasceria grande. Ela nasceu com 2,193kg e com 47cm. E eu estou amando ter outra menininha!!!!

O Murilinho a enche de beijinhos, ama, adora mas na hora em que ela tem que mamar é super ciumento e pede mamá também, e então ela deita em um braço e ele no outro, e assim a gente vai levando, né? É para isso que Deus me deu dois braços!

O Joaquim ama ajudar a cuidar da Catarina mas não é aquela coisa de ficar beijando, e fazendo carinho para todos acharem fofo e acabar dando atenção para ele como é com o Murilo. Ele e a Melissa continuam com a rotina que sempre tiveram, e nem parece que acabei de ter bebê! Obrigada a vovó, ao vovô, ao papai e a Mônica que estão ajudando muiiiiiiito.

Eles continuaram a ir na escola, já que a Catarina nasceu no sábado eu consegui manter essa rotina de sempre. O Murilinho também continua com a mesma rotina, a única coisa que mudou é que ele não vai levar e buscar a Mel e o Quim na escola já que eu não estou indo, vou esperar completar 1 mês ou não. rsrs

Logo logo vai ter um post beeeeeem melhor. (ou não, porque o post do parto já esta aqui no blog e não ficou como eu queria! haahhah)

quarta-feira, 13 de março de 2013

Convidada falando sobre o nascimento do segundo filho!

Oi gente, aqui é a Isaura! Sou mãe da Antônia (Nina) e do Frederico (Fefê).

A chegada do Fefê na vida da Nina mudou tudo, principalmente a rotina de sono dela! Como sabem eu havia decido não colocar ela na escola e isso continua, eu adoro poder ficar com ela todo o tempo possível. Adoro cozinhar de verdade para levar na cozinha de mentira dela, adoro ser mãe de menina e já ser avó! hahaha Eu sou avó de gêmeos, e vocês? Meus lindos netos se chamam Pedro e Betina, e a técnica de dar o nome de amiguinhos deu super certo! Ela nunca mais esqueceu e eles já tem até apelido, Pepê e Bê e que ela deve lembrar por causa do Fefê. hahahah

A Nina sempre teve uma rotina certinha e nunca foi opção minha, eu só comecei a dar ao mesmo tempo que a gente fazia e ela se acostumou. Ela acordava as 7h, hoje em dia acorda as 8h ou 9h! Ai ela toma um banho e nós comemos todos juntos (eu, ela e o Ro). E ai ela vai brincar ou assistir filme! Almoçamos 12h todos juntos novamente, e dai das 13h ela dorme até as 14h, tem dias que dorme mais, tem dias que dorme menos e tem dias que nem dorme. E dai ela fica com a tarde livre, normalmente vamos para a pracinha do condomínio. Das 16h as 17h ela tem balé ou natação (terça e quinta balé e segunda e sexta natação), na quarta continuamos na pracinha até dar fome! hahaha As 18h comemos, e as 20h ela toma o tetê (ainda não tirei a mamadeira, ela fica alguns dias sem mas dai pede de novo e assim vamos! As vezes ela pede no copo e toma na cozinha, as vezes pede na mamadeira para poder tomar na cama, mesmo levantando depois para escovar os dentes) e dorme. Sem muitas regras, ela tem a tarde inteira para fazer o que quiser e a única coisa que mudou foi que ela está dormindo mais. Antes ela dormia por 11h e agora ela dorme 12h, já que tem uma sonequinha de tarde. Mesmo ela dormindo metade do dia, não é muita coisa! Até porque a gente dorme o mesmo tanto, ou dormia até a chegada do Frederico...
Meu marido costuma sair pra trabalhar as 8h e só volta as 18h, então ele e a Nina não tem muito tempo juntos, normalmente é só café da manhã e a última refeição dela mas ela passa o sábado inteiro com ele e o domingo com papai de verdade! A mamãe tinha final de semana dos deuses, né? Agora a mamãe tem um final de semana dos deuses com o Frederico, e posso dizer que acho mil vezes melhor do que era antes.

O Frederico mama as 6h, certinho, todos os dias! E então eu acabo acordando 2h ou 3h antes da Nina e podendo organizar tudo, para na hora que ela acordar já estar tudo certinho e até porque tem dias que ela acorda mais cedo. O Fefê costuma dormir depois dessa mamada, e passa 2h dormindo. Aí lá pelas 8h ele mama e dorme e dai fica 3h sem mamar, claro que depende da última mamada! Até agora ele não teve cólica, pelo menos não reclamou. Ele acorda só uma vez de madrugada, lá pelas 3h e não, ele não mama meia noite. Ele mama as 22h e vai até as 3h e dai até as 6h!!!

O balé? Eu mudei o horário para tarde, tem aula terça e quinta das 16h as 16h55 e a natação das 16 as 17h segunda e sexta. Quarta é o nosso dia de passear, mas poderia ser o dia da natação como era antes! Durante a noite ela está dormindo o mesmo tanto, das 20h as 7h mas só que com uma soneca durante a tarde, até parece RN. As refeições continua sendo em família, para ela fazer isso para a vida!

Quando ela era pequena eu era fissurada por vídeos e fotos e então tenho váaaarios e foi isso que me ajudou na chegada do Frederico. Antes dele nascer eu mostrava fotos da minha barriga durante a gravidez dela, e contava que era ela que tava ali, que a mamãe e o papai compraram roupinhas pra ela, arrumamos o quarto e tudo que fazíamos para o Frederico contava falando que tínhamos feito para ela. Como uma cesárea não é coisa para criança ficar vendo não mostrei o vídeo do parto, e ela também não iria acompanhar o parto do Fefê e então não ia fazer tanta diferença. Quando o Frederico nasceu ele trouxe pra ela um presente que ela estava pedindo um bom tempo.

Mesmo com a chegada do Frederico tentei não mudar a rotina da Antônia, e sim inclui-lo nessa rotina. Assim ela iria aproveitar mais, passando mais tempo com ele ou comigo enquanto ele dorme. Ela tem uma rotina bem certinha e não é por opção minha, e sim do reloginho dela! hahaha Ela acorda todo dia as 8h e dorme as 20h, e sim, ela dorme 12 horas por noite e mais 1 hora durante a tarde.

O post ficou gigante e sem sentido, mas espero que gostem!

terça-feira, 12 de março de 2013

A história da Páscoa.

Tem feriado melhor do que a páscoa? Não né. Eu acho super importante ensinar as crianças desde cedo que páscoa não é só chocolate, e sim um feriado religioso. Quando eu vi esse vídeo lembrei na hora do blog e que eu tinha que compartilhar! hahaha


O vídeo é "feito" por crianças, eles contam a história da páscoa e é super fofo. hahah Eu adorei!

sábado, 9 de março de 2013

A Catarina nasceu!

Quando a Bruna resolve voltar a postar todos os dias a Catarina nasce para acabar com tudo isso! Aqui é a Gisele, irmã dela e vim contar um pouco do que aconteceu ontem e hoje, que foi quando a Catarina nasceu.

A Bruna passou ontem o dia inteirinho com contrações mas irregulares e então ela nem ficou preocupada, até porque ela tinha acabado de completar 36 semanas e não era hora da Catarina nascer, né? A noite as contrações foram ficando um pouco mais regulares, mas logo acabaram e lá pelas 5 da manhã elas voltaram e a bolsa estourou! Ela foi para o hospital e a Catarina nasceu hoje as 8 da manhã, com 36 semanas e 1 dia. Super pequenininha com 2,193kg e 47cm, perto dos outros da família ela é a menor.

A Catarina conseguiu mamar bem hoje cedo mas agora já está mais difícil, a Bru disse que não vai desistir e que vai continuar tentando até ter muito leite! Mas se ela não tiver eu vou ficar super feliz em dar meu leite para a Catarina, eu estou ajudando a minha vizinha e então o leite já é dobrado mas só que a vizinha já ta querendo tirar o leite da pequena dela (que tem 6 meses, ela vai tirar o materno e dar o artificial). Tenho certeza que a Bruna ainda vai falar sobre o parto, sobre a amamentação, sobre o ciumes e muito mais que ela esta passando e que ainda ira passar!

Agora são 5 para as 10h aqui e eu já fui conhecer a linda da Catarina, e ver a Bruna e tudo mais. A sogra dela e o nosso pai acabaram de chegar (9 horas) e o Pedro chegou as 6 e viu o parto da Cacá!!

sexta-feira, 1 de março de 2013

Convidadas falando sobre ter babá ou não.

Convidei duas mães lindas para fazer um post sobre babás! A Alice é mãe do Noah (9), do Charles (5) e da Blair (2) e mora nos EUA desde que o Noah tem dois anos. Ela teve o Noah aos 16 anos aqui no Brasil, e foi morar nos EUA quando casou com o pai do Charles e da Blair. E a Karen é mãe dos trigêmeos Isabela, Lucas e Bruna de 5 anos e mora no Brasil.

Olá, sou a Alice e sou mãe do Noah (9), do Charles (5) e da Blair (2) e tenho babá! E a minha babá é daquelas que mora com a gente, sabem? Adoro. hahaha Essa babá trabalha desde que vim morar aqui, a 7 anos!!! Então ela é praticamente parte da família mas eu acho que tem ela tem que saber separar muito bem a vida dela dentro da minha casa e fora. Aqui dentro ela não pode falar palavrões, beber, namorar e tudo o que eu não acho ideal para meus filhos mas se nas noites livres dela, ela quiser ir beber, namorar e falar palavrões quem sou eu para proibir? Ela viu o Charles e a Blair nascer, coisa que nem meus pais viram! hahaha E na minha humilde opinião toda mãe precisa de ajuda, seja na casa ou com os filhos. Eu tenho ajuda com os filhos e então não tenho ajuda na casa, foi o que eu e meu marido decidimos. Ou eu ele pagava babá ou empregada, e eu optei pela babá! E eu não sabia mas ela adora lavar louça, mesmo a gente não fazendo isso aqui em casa (vamos colocando durante o dia na máquina e no de noite ela lava toda a louça) e então ela sempre lava. E quando ela vai trocar fralda da Blair pela manhã, ela já aproveita e da uma organizada e da uma limpada! O quarto do Noah é ele quem arruma (ele quem guarda tudo e arruma a cama) e o Charles já ta indo para mesmo caminho, ele sempre guarda as coisas mas como a falta de força e altura não permitem ele não arruma a cama. hahaha E uma vez por semana que pago uma diarista para fazer uma super faxina! Mas vim aqui para falar de babá e não de empregada. hahhaha Para mim uma empregada boa é aquela que sabe que ela não pode ter tanto afeto com a criança, porque esse é o papel da mãe. É aquela que sabe que os momentos especiais (dar banho, comida e essas coisinhas fáceis, rsrs) é a mãe quem faz! A minha é mais para me ajudar nos momentos de birras e para trocar fralda. hahahah Inclusive, ela está desfraldando a Blair. Claro que eu ajudo, eu converso com a Blair o papel dela é só levar no banheiro mesmo! Eu sempre achei ridículo essas mães que só deixam o filho com a babá, tanto que tem crianças que gostam muito mais da babá do que da mãe. É o caso da minha sobrinha, ela passou o aniversário de 1 ano no colo da babá e não queria saber da mãe, chorou quando a mãe pegou ela para tirar foto. Eu decidi trabalhar em casa para poder ter um tempo com meus filhos, adoro isso! De manhã o Noah e o Charles vão para a escola e então eu fico com a Blair a manhã inteirinha, a tarde é especialmente dos meninos e a Blair fica com a babá e a noite eles ficam com o papai. rsrs E a mamãe vai trabalhar! Mas é claro que as vezes eu não posso passar a manhã inteira com a Blair, ou a tarde inteira com os meninos e tenho que trabalhar e é para isso que tenho babá, para esses momentos que não tem como.

Oi, sou a Karen Stockler e sou mãe de trigêmeos de cinco anos! O Lucas, a Isabela e a Bruna só tiveram babá até completar 1 ano. Eu tinha uma babá para o dia e uma para a noite, e agora não tenho nenhuma. Para mim gente que tinha babá é gente que não quer ser mãe, porque é para isso que as babás estão aí, na minha opinião. Hoje eu dou muito bem conta dos três mas quando eles eram bebês, era impossível! Mas fomos criando rotina e tudo facilitou. Eles só foram para a escola com 3 anos, e então eu passei 2 anos sozinha com eles! Não é todo mundo que pode ficar em casa como eu, com certeza. Eu também não podia ficar em casa, sofremos nesses 3 anos que fiquei sem trabalhar mas só que não tem nada melhor que criar filhos muito bem criados né? Agora eu voltei a trabalhar durante a tarde que é quando eles vão para a escola e estou amando minha vida assim! Está super corrida mas é pelo bem dos meus filhos e então não tenho do que reclamar. Eu acho que tem tanta mãe por aí que tem mais que 3 e da conta numa boa, e esse foi meu pensamento na hora de trocar a babá por uma empregada, muito mais útil! Eu penso em como minha avó deu conta de 6, sozinha? Se ela conseguiu eu também consigo, se toda mãe acreditar em si mesmo consegue cuidar dos filhos sozinha, sem problemas! Além de tudo ainda emagrece, principalmente se forem 3. hahahaha Só agora me toquei que é por isso que a Bru é magrinha, até porque você olha um e dai o outro faz algo errado e você tem que correr e dai na para, não tem tempo pra comer, pra fazer nada. hahahah Brincadeira gente, é só ter rotina que tem tempo sim!