quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Look do dia: 20 semanas de Maria Beatriz.

E hoje chegarmos nas 20 semanas da Mabi, amanhã chegamos em NY. Eu prefiro os casacos e moletons com toca porque protege mais ainda as orelhas e a nuca (as crianças odeiam camiseta com gola e ai temos que investir em cachecol e jaquetas com gorros!), e casaco + moletom fazem parte de uma das melhores combinações do inverno. hahahaha
Look do dia.
Melissa.




Casaco, moletom, camiseta e calça Ralph Lauren - Bota Ugg.
Joaquim.




Casaco, moletom, camiseta e calça Ralph Lauren - Bota Ugg.
Murilo.




Casaco, moletom, camiseta e calça Ralph Lauren - Bota Ugg.
Catarina.




Casaco e calça Ralph Lauren - Fleece Zara - Body H&M - Bota Ugg.
Mamãe.




Casaco Moncler - Moletom Topshop - Camiseta e calça Topshop Maternity - Bota Ugg.

Diário de uma gravidez: chegamos nas 20 semanas!

E hoje a Maria Beatriz chega nas 20 semanas de gestação e estou aqui contar um pouco sobre essas semanas, já que chegamos no meio nada melhor que um resumo de tudo! ;)

Quando eu descobri a gravidez (com 7 semanas e 5 dias), contei logo para o Pedro e disse que queria ir para o Brasil, queria fazer exames com o médico que consultei quando estava gravida da Melissa (o Joaquim é adotado e então não tivemos acompanhamento médico e do Murilo consultei em vários lugares do mundo! Tenho tudo certinho, a primeira consulta foi em Malibu e dai depois tive várias na Austrália, no Japão, Canadá e México e algumas nos EUA e no Brasil, que foi onde ele nasceu e da Catarina todas as consultas foram em LA, onde ela nasceu). Achei melhor porque ele me conheceu gravida aos 16 anos, (ele me conhece desde que nasci, foi quem fez meu parto!) na minha primeira gravidez e queria que ele estivesse presente na minha ultima gravidez, aos 22/23. 

Hoje em dia vejo que ir para o Brasil foi a melhor coisa que fiz! Dois dias após eu descobrir a gravidez já estava no Brasil e fazendo exame para saber o sexo do bebe, ultra-som e tudo mais para ver se o bebe estava bem. Descobrimos o sexo e começamos a pensar em nomes! Ficamos entre: Maria Beatriz, Luísa e Maria Luíza. Escolhemos Maria Beatriz porque foi o que mexeu conosco! Na gravidez da Catarina nem pensamos nesses nomes, eu não gostava deles. hahaha Na da Cacá ficamos entre Catarina e Olívia, na do Murilo e da Melissa (gestações sonhadas por muito tempo!) já sabíamos que esse seria o nome e na do Joaquim a mãe dele deixou uma cartinha falando que queria esse nome para ele! E a minha esperança é que a Catarina fale Mabi no dia em que ela nascer, assim como o Murilo aprendeu a falar Cacá no dia que ela nasceu! O Lilo adora beijar a barriga e falar da Mabi (#aosquase2).

Roupas: Agora sobre as roupas da Maria Beatriz, até agora ela só tem macacão (e vai continuar assim, quero ela de macacão até os 6 meses! Quero aproveitar ela bebe, coisa que não fiz com os outros que com um mês já estavam de calça jeans e super arrumados, Maria Beatriz só vai por uma calça jeans aos 6 meses e olhe lá! Mas antes disso vamos usar muuuuitos bodys com legging e macacões). Os macacões de marca (como Gucci, Burberry e Armani) são herança da Catarina, os mais baratinhos (como Gap e Old Navy) foram adqueridos agora! Ela já tem vários macacões e estou querendo comprar uns mais arrumadinhos da Little Me e Absorba (que são super confortáveis e tem babados e tudo que menininhas tem direto!). Ela tem algumas mantas e precisamos comprar mais porque ela vai nascer no inverno brasileiro, que é super forte aqui no interior, ano passado rolou até neve. 

O quarto: ainda não fiz N-A-D-A! Como o Pedro ainda não se decidiu se vamos ficar no Brasil (mesmo sendo ótimo para nós porque teremos apoio da mãe dele e do meu pai, é ruim para o trabalho dele que fica mais em Los Angeles, New York e Paris) ou em Malibu (é ótimo para o Pedro que tem o seu trabalho pertinho de casa, para as crianças que aprendem inglês com mais facilidade e para mim que terei sempre meu marido por perto, e tem praia o que faz o Pedro passar mais tempo com a família! Todo domingo ele pega a Melissa e o Joaquim e vão para a praia cedinho para eles aprenderem a surfar, e a mamãe morre de amores quando chega na praia e um deles está sentado na areia olhando o pai ensinar o outro no mar! Para quem se preocupou a Mônica, nossa babá, vai sempre junto para ficar com um deles na areia ou no mar mesmo).

Enxoval: toalhas, fraldas, mamadeiras e bicos ainda não comprei. Como estamos no Brasil desde que descobri a gravidez e não quero comprar aqui, não temos nada. A Catarina tem varias mamadeiras que ela não usa mais e com certeza será passado para a Maria Beatriz! As fraldinhas de boca e toalhas de banho estão inutilizáveis até para a Catarina e então vamos comprar novas para as duas. Hahahaha Bicos ainda não sei se ela vai usar, apesar dos quatro terem usados e da Melissa e do Murilo terem largados sozinhos acho que vamos arriscar mais uma vez! A Melissa largou a chupeta com 2 anos e meio, o Joaquim com 3 e meio (depois de muita luta!), o Murilo com 1 ano e 7 meses (alguns dias antes de chegar nos 8 meses!) e a Catarina e Maria Beatriz não sabemos se vão abandonar, ainda não sabemos nem se a Maria Beatriz vai usar. Hahahahaha

A saúde da Maria Beatriz está ótima, assim como a dos nossos outros filhos! Ela está saudável e crescendo e isso é tudo que queremos ouvir. 

E ainda não me decidi sobre o parto! A Melissa, Murilo e Catarina nasceram de parto normal e agora queria passar por uma cesárea, estou querendo desde que engravidei do Murilo mas ele quis nascer um dia antes do que eu tinha escolhido e a Catarina nasceu nos EUA, onde o médico me orientou muito a abandonar essa ideia até pelo fato de que eu já passei por 2 PN. Se a Mabi não nascer até o dia 07/06 irei fazer uma cesárea no dia 8. 

E até agora, com 20 semanas engordei 4 quilos e meio, por isso não uso muito roupas "Maternity" a barriga ta aparecendo mais agora, e é sempre assim. hahaha As pessoas só veem que estou grávida lá pelas 25/26 semanas! Na da Catarina com 20 semanas havia engordado 7 quilos (que alguns médicos dizem que é o máximo que se deve engordar em uma gravidez!!).

Eu acho que é isso, né? Resumi bem essas 20 semanas da Maria Beatriz? Esqueci de alguma coisa? Sobre as viagens falo mais em um post amanhã!

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Vida sexual de mãe (o durante e pós gravidez) by Tatiana Alvares.

Oi gente, a Bruna me convidou para falar sobre assunto quase que polêmico e que pouca gente comenta, né? Antes de tudo vou me apresentar! Sou a Tatiana, mas se for comentar pode falar Tati. hahaha Já fui casada duas vezes e estou no terceiro casamento. O primeiro casamento gerou o Eduardo e a Maitê, o segundo gerou o Julio e a Antonela e agora o terceiro ainda está gerando frutos! Temos a Betina, o Romeo e o Nicholas e semana passada descobri que a Naomi vem por aí.

Eu engravidei do Eduardo e da Maitê com 16 anos e meus pais me obrigaram a casar, eu fiquei casada por três anos! Como gravidez de gêmeos na maior parte das vezes é de risco, uma na adolescência com certeza era né? Então durante a gravidez foi zero sexo. E depois que eles nasceram (PN) voltamos a fazer sexo 3 meses depois. Como foi? Horrível. Eu não me sentia pronta e meu marido me obrigou a fazer! E até eles completarem 1 ano, era sempre forçado. E depois como vi que ele não pararia de forçar, comecei a me aceitar e aceitar que tinha que fazer sexo sempre que ele quisesse! Dois anos depois me separei e dois anos depois me casei novamente. No aniversário de quatro anos das crianças eu comecei a namorar e um ano depois casei, e um ano depois de casada engravidei do Julio. Durante a gravidez nós fizemos sexo normalmente, e depois da quarentena nós já fizemos sexo tranquilamente. Eu não tinha mais na cabeça aquilo de fazer sempre que o marido quer e esse meu marido respeitava quando eu não queria. No pós-parto aconteceu naturalmente, sem ele me forçar e foi maravilhoso! Quando o Julio completou 1 ano e 3 meses engravidei da Antonela. E assim como na do Julio tudo aconteceu naturalmente e na maior tranquilidade, sem medos e sem neuroses. E 1 mês antes da Antonela completar 1 ano, separei.

O pós-parto da Betina foi diferente do outros pós-partos porque ela nasceu de cesárea! E nós só voltamos a fazer sexo depois que ela completou 1 ano, é quase a mesma história da Bruna. Eu só fiquei segura depois que perdi todos os quilos que tinha ganho! Durante a gravidez dela foi suuuuper tranquilo, assim como está sendo a da Naomi. E durante a gravidez do Romeo e do Nicholas foi a mesma coisa da gravidez do Eduardo e da Maitê. O pós-parto dos gêmeos foi super tranquilo, não me encanei com peso ou qualquer outra coisa, e o resultado disso nasce daqui 5 meses, e se chamará Naomi! hahahaha

O mais importante é conversar com o marido!! A minha melhor primeira vez pós-parto foi o da Betina, que foi no meu tempo de verdade. E que meu marido me entendia super bem. Então conversem com os maridos, durante e depois da gravidez! Até porque sexo faz parte da nossa vida de casal, e de todas os casais. E sem sexo, não seriamos mães e pais né?

Então é isso gente, sei que não compartilhei muito mas foi o que deu para escrever assim, rapidinho! Desculpa Bru pelo post sem graça, qualquer dia volto e faço um super post no lugar desse feio que ficou.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Seu(s) filho(s) lava(m) as mãos? (Repost)

Algumas mães não se preocupam se os filhos lavam as mãos após irem ao banheiro e antes de comer. Aqui em casa temos uma regra: sempre lavar as mãos antes de comer e após ir ao banheiro e tem até um papel no banheiro da Melissa e no do Joaquim de como lavar as mãos!

Vocês sabiam que em um hospital em Viena, a muitos anos atrás, vários pacientes da maternidade estavam morrendo porque os médicos que atendiam eles trabalhavam com cadáveres antes de ir para a maternidade e como não lavavam as mãos iam contaminando tudo e vários pacientes acabaram morrendo e isso aumentou em 5 vezes o numero de mortes de mães que tinham o parto no hospital do que as que tinham em casa.

O CDC (Center for Disease Control and Prevention) cita 5 cenários domésticos nos quais germes causadores de doenças podem ser transmitidos por mãos contaminadas:

1- Das mãos para os alimentos. Germes são transmitidos de mãos não limpas (geralmente de alguém não lavou as mãos após ir ao banheiro) para a comida. Os germes são passados para quem consumir a comida.

2- De bebês infectados para as mãos e destas para outras crianças. Ao trocar as fraldas, germes são transmitidos de um bebê com diarreia para as mãos de que as trocou. Se as mãos não forem imediatamente lavadas antes de tocarem em outra criança, os germes que causam a diarreia podem infectá-la.

3- Do alimento para as mãos e destas para outros alimentos. Germes são transmitidos de alimentos crus, como frango, para as mãos e então podem ser transferidos destas mãos não lavadas para outras comidas, como salada. Cozinhar o alimento mata os germes iniciais, porém a salada continua contaminada.

4- Dos nariz, boca ou olhos para as mãos e destas para outras pessoas. Germes que causam resfriado, infecção nos olhos e outras doenças podem se espalhar para as mãos ao assoar o nariz, tossir ou coçar os olhos e então as mãos não lavadas pedem transmiti-los para outros membros da família e amigos.

5- Dos alimentos para as mãos e destas para bebês. Germes de comida crua podem ser passados para as mãos e destas para bebês. Se os pais manusearem frango cru, por exemplo, e não lavarem as mãos antes de pegar seu bebê, podem transferir germes como salmonela do alimento para o filho.

Lavar as mãos pode prevenir a transmissão de germes nesses 5 cenários. O CDC recomenda esfregar vigorosamente as mãos ensaboadas com água morna por pelo menos 15 minutos.

Eu não achei nada sobre isso, mas quis compartilhar: Minha mãe sempre me falou que crianças que não lavam a mão após ir ao banheiro tem grandes chances de ter meningite! Não sei se é correto, mas quis repassar isso que sempre ouvi.