segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Enxoval: Os cadeirões aqui de casa. ATUALIZADO

*Coloquei o que atualizei nessa cor para facilitar nas novidades! ;)

A Catarina ainda nem completou 3 meses (ela já está com 11 meses!!!) mas já tem seu cadeirão, falei sobre o cadeirão que queria comprar para o Murilo quando estava no Brasil aqui, mas só que era super caro! E quando a gente veio para cá ele ficou mais acessível e eu acabei comprando, e a Catarina ganhou um igualzinho da minha irmã. Na época no Brasil ele custava 950 reias e eu achei super caro para usar por pouco tempo e na época, nem sonhava em estar grávida (sim, eu já estava mas ainda não sabia!).

O post foi feito a quase um ano e da para ver que o blog continua o mesmo de sempre, super simples e sem muitas informações! Mas eu não sei se eu continuo a mesma pessoa simples lá do início, que ainda lavava a louça. Acho que to precisando voltar a ser quem eu era!!! Mas eu ajudo se me procurarem pelos comentários, ok?

E não é porque a Catarina ainda não come que ela não usa o cadeirão, ela está sempre presente nas refeições feitas em casa (e fora também, mas dai não envolve o cadeirão dela, né? hahaha) e dai fica no cadeirão dela enquanto comemos e conversamos, que na minha opinião almoço e janta é hora de por a conversa em dia, como aqui as crianças almoçam na escola, a janta é o melhor horário! E a Cacá não participa muito das jantas não, prefiro que ela durma em paz mas todo sábado e domingo ela está presente nos nossos almoços e na janta.
O Murilo ainda usa o cadeirão dele, ele ta com 1 ano e 4 meses e eu adoro que ele sente no cadeirão e ele vai usar ele por mais um bom tempo, já que a Cacá tem o dela.

E a Mel e o Quim usam até hoje o booster deles, e adoram. Só eu que ainda lembro como era horrível sentar em uma cadeira e quase não enxergar a parte de cima da mesa? hahaha A Melissa deu uma esticada e finalmente abandonou seu booster, ficou super feliz por não ter que usar mais! 
Eles são da marca OXO e são maravilhosos! Custam 40 dólares e ficam super pequenos quando fechados. São tão maravilhosos que trouxe uns dos EUA para deixar aqui no Brasil.
Eles são da marca Peg-Perego e são mais que maravilhosos! hahaha No Brasil eles custam quase mil reais, e aqui 350 dólares (718 reais). O Marrom é do Murilo e o Branco da Catarina, obrigada Gi pelo lindo cadeirão! Ainda não sei se quando a Maria Beatriz for usar o Murilo ainda estará usando o cadeirão ou se teremos mais um em nossa mesa. Acho que vou comprar mais um mas ainda não sei se o mesmo desse! Ele até é barato (350 dólares não é tanto, mas consigo comprar um mais barato e melhor, né?) apesar dele ser ótimo e eu poder deixar a Maria Beatriz deitadinha de forma confortável e em várias alturas. Ainda tenho que pensar muuuito nisso!

No Brasil nós temos dois que eram do Murilo quando morávamos ai, o marrom é da Graco e o cinza/azul/verde é Burigotto. Agora que estamos aqui no Brasil, pedi para o Pedro levar esses cadeirões para nossa casa no interior que é onde vamos ficar de verdade até o final de fevereiro! Depois que formos embora eles voltam para Curitiba. Ontem foi o primeiro dia deles nesses cadeirões, Murilo usa o da Burigotto porque ele não é tão fofo quanto o da Graco que é o que a Catarina usa! O Murilo, pelo que percebi, ficou super confortável no cadeirão acho que até mais do que na Peg-Perego e a Catarina também ficou por ele ser mais para bebês (ele tem mais cara de cadeirão de bebe né?), estou pensando em levar o da Graco novamente para os EUA e aí já transformar em booster para o Murilo e aí a Maria Beatriz usa o dele quando nascer, ou até mesmo. Os dois são maravilhosos e viram booster e da para usar até a criança crescer, tanto que é por isso que eles continuam na nossa casa (que ninguém foi visitar desde a mudança!), sei que quando eu for (quero que seja logo) ainda vou utilizar um deles.
Viram como eu mudei? Olhem os cadeirões "simples" que tínhamos e que talvez o preço dos dois juntos talvez não de o preço de um do que temos hoje. O preço do marrom da Graco é 170 dólares enquanto o marrom da Peg-Perego é 350 dólares, da pra comprar dois da Graco com o preço de um da Peg-Perego e os dois tem a mesma função: deixar a criança em uma altura boa para a mãe dar comida! Não que eu me arrependa de ter comprado os da Peg-Perego, eles são maravilhosos. Eu to começando a me arrepender da pessoa que me tornei, uma pessoa consumista e que acredita que o mais caro é melhor, e não é bem assim né? E também não foi isso que pensei quando comprei esses cadeirões, que porque é mais caro é melhor. Pensei que ele tinha várias posições que seriam uteis por vários meses, já que ia se adaptando as mudanças deles! As vezes é bom repensar no que falamos e no que fazemos, né?

Além do preço dos cadeirões o que me chamou atenção é que eu usava váaarias roupas baratinhas e hoje só quero andar com roupas caras e não é bem assim. Adoro as roupas que ganho do marido (as mais caras são compradas por ele!) mas acho que tenho que voltar a usar as simples que sempre usei. Lembro até do meu marido falar que achavam que eu era babá das crianças pelo jeito que me vestia, já que eles estavam todos super bem vestidos e eu não, mas agora, me lembrei o porque de eu andar desse jeito: porque sou mãe! Agora que eu tenho babá não tenho medo de usar uma saia para sair com as crianças, mas e antes como eu ia me abaixar para pegar eles? Acho que eu to precisando é voltar a ser uma mãe de verdade e largar mão dessas babaquices empostas pela sociedade, que a que eu mais sigo é se vestir com roupas cara porque tem dinheiro para compra-las. Desencanei totalmente disso tudo que falei! Percebi que estou usando o que me sinto bem e não por ser caro ou de marca, uso porque gosto. Relembrei dos nossos tempos lá na Austrália, apenas eu e Melissa e eu sempre usando saia! Então não é porque tenho babá que uso saia. E não é uma roupa que vai "decidir" se sou mãe de verdade ou não, se eu me sinto bem com as coisas que visto posso ser sim uma boa mãe. E minha roupa não vai mudar a maneira que cuido dos meus filhos e do amor e carinho que dou para eles! Me acho uma boa mãe e na minha opinião isso é tudo que importa. E se meu marido e meus filhos estão felizes do jeito que estamos é porque não ta ruim, né?

domingo, 9 de fevereiro de 2014

11 meses da Catarina!

E nem saiu a parte 3 da alimentação dela né? hahahaha Vou arrumar e colocar ainda hoje.

Hoje com 11 meses, a Catarina já está comendo a mesma comida que nós. Claro que mamãe põe mais caldinho (do feijão ou de algo que tenha caldo!) e é mais amassadinha, mas não no ponto de papinha! Quando ela vai comer sozinha só coloco os alimentos sólidos no prato dela e vou complementando com líquidos do meu prato. Eu prefiro mil vezes que ela coma sozinha, deixo ela comer com a mão mas a colher está sempre por perto!

Hoje vim falar mais da nossa alimentação do que da Catarina! Vim compartilhar nosso cardápio desse mês (eu faço o cardápio todo para essa primeira semana e ai na próxima semana a Monica vai mudando jantar com almoço ou mudando tudo de dia! Acho prático ter uma ideia do que fazer). Essa semana foi semana de mudança, tento mudar até o dia 10 de cada mês. E começamos nesse cardápio pra valer segunda, no caso amanhã! Era para eu ter feito isso na sexta para a gente comprar com calma ontem ou hoje, mas vamos ir comprar tudo hoje mesmo. Eu tenho dois cardápios "mestres" e aí vou variando entre os dois ou juntando os dois mas nunca foge muito disso (mais em viagens ou quando estamos no Brasil, que ai compramos coisas diferentes, nos EUA investimos mais em frutas e vegetais orgânicos já que o preço não é absurdo como no Brasil).

Gente, desculpa se tem algum erro ortográfico! Eu passei essa tabela agora para o computador (e são exatamente 5h10! Sim 5 da manhã e eu fazendo post). Com os sucos a gente sempre tem duas opções porque peço para a Monica fazer pela manhã, ai ela faz 1 litro de cada que nós vamos bebendo durante o dia! Normalmente ela prefere fazer uma opção para o café da manhã que dai as crianças também tomam no lanche da manhã e a outra opção no almoço que as crianças tomam no lanche da tarde, e a noite ela faz 500 ml de cada para complementar com o resto que tem (se tiver). Sobremesa é sempre fruta ou gelatina. E lanche da manhã e tarde são uma parte do café da manhã! Eu faço assim: lanche da manhã uma fruta/suco e a tarde o mais pesado do café (pães ou biscoitos, vitamina) porque a noite a janta é sempre mais leve (salada com carne e raramente algum complemento maior). Temos 3 refeições livres na semana (sexta, sábado e domingo) e ai nesses dias comemos algo mais leve porque sabemos que vamos exagerar! hahaha Quando tem suco de morango ou qualquer coisa de morango a Monica faz outra opção para a Catarina e Murilo, aqui em casa só damos morango depois dos 2 anos (Murilo comeu antes, mas sempre orgânico! Quando não tem orgânico eles não comem, tem muuuuito agrotóxico em morango)!! E mamão e banana estão presentes em pelo menos 2 dias da semana, mamão para ajudar o intestino a funcionar e a banana para a mamãe (grávida) não ter câimbras.

Clica na imagem que ela fica maior!
Peguei a imagem daqui e montei do meu jeito, trocando o compras por suco do dia! Gente, esse não é a "coisa real" é o que tem que ter mas o Pedro sempre faz algo a mais para o café da manhã e a Monica sempre faz mais saladas e outros acompanhamentos para o almoço, no jantar raramente a gente tem mais coisa porque procuramos sempre comer coisas leves mas a Monica da uma melhorada nas saladas! E por causa da Catarina ela sempre faz mais molhos ou coisas líquidas como acompanhamento para nos ajudar a dar comida para ela. Mas vocês perceberam que são as mesmas coisas mas a gente varia nos dias e entre almoço/jantar? Os cremes e purês são sempre os mesmos! hahahaha Arroz e feijão raramente, mas acho que compensamos bem no resto (como salada) mas como disse, a Monica sempre capricha nos acompanhamentos e ultimamente ela tem feito feijão em quase todos os almoços. Carne sempre vamos nas grelhadas! E logo posto a receita do risoto de abobrinha, alguns sucos e da panqueca. E se a Monica compartilhar a receita dos bolos, biscoitos e panquecas (na verdade o molho, porque o Pedro prefere comprar a panqueca integral já feita).

Frutos do mar, comida japonesa/chinesa ou qualquer outro tipo de comida só nas refeições livres que podemos oferecer outras coisas para as crianças (que eu prefiro que comam bem raramente! Tanto que a gente evita, desde que engravidei do Murilo não comi mais essas coisas).

Os 11 meses da Catarina!

Hoje a Cacá chegou nos 11 meses. Para mim essa época de começar a andar e falar são as melhores! Estamos com um bebê montando frases e repetindo tudo o que falamos (seja em português ou inglês! Ele consegue dizer o que quer facilmente, mas raramente sabe nas duas línguas então algumas coisas ele pede em português e outras em inglês e assim vamos indo, afinal foi nossa escolha que ela aprendesse assim) e outro tentando andar, duas coisas fofas.

Nesses 11 meses a Catarina evolui muito mas continua aquela menina calminha de quando nasceu! E com 11 meses a Catarina já está praticamente andando, ela dá mão para Joaquim e Melissa e eles levam ela para todos os lugares. E isso significa sapatos novos para a Maria Beatriz, agora como a Melissa disse, ela usa sapatos de bebês grandes! Até em NY comprei um tênis achando que ela demoraria a usar mas estou vendo que vai ser logo. Eu não costumo por sapatos especial para os primeiros passos (inclusive, para quem usa, a Carter's tem duas opções para os primeiros passos! Eles fizeram 3 sapatos especiais que no caso são 3 estágios dos passos dos bebês), no início é pé no chão meeeesmo! Por enquanto ela não andou fora de casa e então facilita, mas quando ela for andar já vai ser com uma Melissa (que acho que é o que serve nela agora) ou um Ralph Lauren.

Ela está comendo super bem (fiz um post sobre isso! Logo sai, se já não estiver no blog). E dormindo das 21h as 8h (nesses dias que entramos na piscina ela e o Murilo mal passavam das 20h e acordavam depois das 8h! Talvez porque não tinham a soneca da tarde, coisa que mamãe está tendo trabalho para tirar do Murilo que vai para escola, amanhã!), tirando uma soneca de 1 hora pela manhã e 1 hora pela tarde. O Murilo dorme das 21h as 7h30/8h (se ele não dorme a tarde costuma ir dormir no mesmo horário mas acorda mais tarde, só dorme mais cedo se estiver muito cansado!) e dorme por duas horas (ou mais, se deixar) a tarde.

A melhor coisa do mundo para ela é ficar na piscina! Ela está amando e vamos aproveitar muuuito em Malibu. E ela e o Murilo até que estão se entendendo bem nas brincadeiras, o Murilo é bem calmo e então se ela quer um brinquedo que está com ele, ele dá. Ele me disse que tem que dar porque se não ela chora! hahaha Menino esperto!

E a Catarina está a cada dia evoluindo mais, menos na fala. Isso pelo jeito ainda vai demorar mas estamos felizes mesmo assim, que apesar dela demorar para falar ela está saudável, e isso é bem mais importante.

10 meses da Catarina!

Dia 9 (simmm, ela faz aniversario dia 9 e por um motivo ainda desconhecido a mãe de merda aqui falava que era dia 8!) a Catarina fez 10 meses! Vocês já leram em outro post que eu comentava que ela ficou um bom tempo nas frutas ne? E foi a semana que comecei a introduzir as papinhas!

A Catarina simplesmente ama papinhas, ela come bem melhor do que frutas! E essa semana estamos começando com carnes (ela nunca comeu carne, hoje vamos ter o primeiro experimento! Eu sempre colocava a carne para cozinhar junto com o resto da papinha, que eu faço tipo sopa, e na hora de dar pra ela tirava). 

Nessa ultima viagem que fizemos (fizemos uma viagem de carro com duração de 7 dias de Los Angeles a New York) foi super difícil! Como onde a gente parava almoçar era raro ter do jeito que gostamos de dar para eles, improvisávamos! Como a maioria dos restaurantes que parávamos os pratos eram prontos era difícil de fazer um prato exatamente do jeito que queremos né? Então fazíamos assim: pedíamos três pratos de adultos (sendo um deles de salada que dividimos entre todo mundo e os outros dois pratos normais, arroz + carne + salada) e um do menu kids para as crianças dividirem (completávamos com coisas desses outros pratos! Sempre pedíamos o prato do menu kids que era batata frita + carne, como dividíamos entre os 3 dava no máximo 5 batatas pra cada e como eles não são muito fãs de carne era perfeito!), a Monica tinha o prato só dela porque ela não tem filhos para ter que dividir né? hahahaha

Depois dessa viagem a Catarina já se acostumou a comer a mesma coisa que a gente e então já saímos das papinhas. Eu gosto quando temos que mudar na marra, acho muito mais fácil (porque não tem outra opção!).

Nos EUA eu consigo manter a rotina mais certa por causa da escola, e agora que eles vão ir de verdade para a escola aqui também, facilita minha vida e minha rotina. O Murilo vai para a primeira semana da escola e ai vamos decidir se ele vai depois, mas acho que ele não vai continuar porque mamãe vai sentir muita falta! hahaha Apesar de que vai ser ótimo para o desenvolvimento da fala dele.