segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Conhecendo: Mariah Maciel!

A Mariah é casada com um primo de 2° grau do Pedro! Quando eu conheci ela, eles moravam na Rússia, hoje moram na Itália e pretendemos visitar eles logo. Eu não conheço a Valentina, o Vittorio e o Vicenzo! Acreditam? Ela já conhece a Melissa e o Joaquim, então falta conhecer 3. hahaha

1. Nome completo, idade: Mariah Maciel Fontana, 33 anos.
2. Nome dos filhos, idade: Valentina Maciel Vasconcelos Fontana, 6 anos e Vittorio Vasconcelos Fontana e Vicenzo Maciel Fontana, 5 anos.

3. Porque eles tem sobrenomes diferentes? É super normal na minha família e do meu marido. Minha sogra diz que os filhos não podem ter o mesmo sobrenome. Então a Valentina ganhou um meu e dois do pai, o Vittorio ganhou os dois do pai, e o Vicenzo um meu e um do pai.

4. E eles tem apelidos? Como faz com o dos meninos que de ambos o apelido seria Vi? Sim!! Mas é só os amiguinhos da escolinha que os chamam por apelidos, aqui em casa é Valentina, Vittorio e Vicenzo e as nossas famílias respeitam isso de sem apelidos. As vezes chamamos a Valentina de Nina, o Vittorio de Vi e o Vicenzo de Enzo mas é bem raramente! Mas a Valentina, por exemplo, prefere que a chamem de Nina.

5. Como escolheu o nome deles? O dos meninos eu escolhi um e meu marido outro, por isso os dois começam igual! Foi totalmente sem querer dos dois serem italianos e começarem com Vi. Vittorio e Vicenzo são os italianinhos da família, de verdade já que nasceram na Itália. E Valentina porque é um nome bom para vários países e ela não sofreria com essas nossas mudanças.

6. Como foi engravidar de gêmeos com uma filha pequena? Se eu falar que eu gostei vocês vão em chamar de louca? hahahaha Eu engravidei quando a Valentina tinha 4 meses e eles tem 1 ano de diferença (os meninos nasceram um mês antes! E apenas dois dias depois da Valentina fazer 1 ano, acho que dei uma exagerada na festinha dela rsrs). Hoje que ele estão maiores vejo que foi maravilhoso, os 3 crescem juntos e se ajudam bastante! Eles aprendem tudo juntos e isso facilita pra gente. hahaha Sabem aquilo de conseguir ensinar alguma coisa de matemática pro filho mais velhos e anos depois não conseguir pro filho mais novo? Não aconteceu aqui em casa, aprendemos as coisas com a Valentina e dai ensinamos os meninos. hahaha Ela gosta de ajudar eles, e nós deixamos porque é o papel dela de big sister né?! Quando eles nasceram nós falamos para ela que ela teria que ajudar e então hoje quando ela vai ajudar nós deixamos.

7. Vocês se mudam de quanto em quanto tempo? Já sabem para onde e quando será a próxima mudança? Depende, quando eu engravidei nós mudávamos em questão de meses (eu engravidei da Valentina na Austrália e quando ela nasceu estávamos na França, engravidei dos meninos 3 meses depois na França e eles nasceram na Itália) mas hoje mudamos de 1 em 1 ano por causa da escola das crianças, e dai a empresa respeita isso! Desde que a Valentina fez 1 ano (que foi quando ela começou a ir para a escola porque os meninos iam nascer) já moramos na França (ela fez 1 ano), Itália (foi onde os meninos nasceram e ela fez 2 anos), Espanha (3 anos), Inglaterra (4 anos), Alemanha (5 anos) e agora estamos na Itália (6 anos) de novo. Ainda não sabemos para onde, mas será só em julho que vem!

8. E como você faz com a língua? Eles falam a língua local de todos esses países? Tentamos fazer eles aprenderem pelo menos o básico! Eles sempre vão em uma escola bilíngue que seja língua local mais inglês, porque o inglês com certeza irá ajudar eles a vida inteira. E claro, eles falam português que é a língua que usamos em casa. Eles falam português, francês, italiano, espanhol, inglês e um pouco de alemão. Mas só tiveram contato com o inglês na Inglaterra hoje em dia só tem contato com essa língua em filmes, que são de longe os preferidos da Valentina e em nossas viagens para Paris (que vai ser onde vou conhecer seus filhos, né Bru? Simm! Nós vamos sempre para Paris, se quiserem a chave do apartamento só falar com a gente também que nós tiramos cópia e vocês podem ficar sempre lá!!!).

9. Qual língua domina em casa? A sua (que é o português), a do país que você mora ou o inglês? Para conversas é sempre em português! Mas só que ajudamos na hora da tarefa e então aí é a língua local e o inglês. Filmes são sempre na língua que queremos que eles aprendam ou que já estão esquecendo (que é o caso do francês). Eles assistem filme na língua que estiver passando na televisão (e eu amo isso! Nossa última viagem foi para o México e então como eles são super familiarizados com a língua falada lá, que é o espanhol, e assistiam os filmes normais da tv e nossas viagens são sempre maravilhosas porque não tem aquela coisa de não entender o que a pessoa pergunta ou o que está passando na tv).

9. Como é morar em países desconhecidos e longe da família? Depois de tantos anos não são mais desconhecidos! hahaha Eu estou a 10 anos (sim gente, desde os 23!) nessa loucura de mudar de país sempre com o meu marido.

E até tinha mais perguntas, mas eu perdi! hhaha E eu achei que já tinha postado, mas logo logo vamos conhecer as kids!!! To super feliz.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Look do dia: A mão que balança o berço é a mão que comanda o mundo!

Eu tenho uma frase ótimo para comentar aqui no blog, estava pensando em fazer um post só sobre isso mas ultimamente com tanto filho fica difícil. A frase é "a mão que balança o berço é a mão que comanda o mundo", do filme Mom's Night Out, quem já assistiu? Eu achei que esse filme daria uma ótima série, inclusive o filme parece o episódio de uma série. E gente, essa frase é feita para aqueles dias que a gente está cansada, querendo desistir de tudo! Que é sobre o que filme fala. Eu recomendo para todas as mães, principalmente as que foram mães recentemente e que são mães de primeira viagem.
Look do dia.
Melissa.


Camiseta Zara - Shorts 7 for All Mankind - Sapato Vans.
Joaquim.


Camiseta Old Navy - Calção Zara - Sapato Vans.
Murilo.


Camiseta e calção The Children's Place - Sapato Vans.
Catarina.


Camiseta Disney Store - Shorts Old Navy - Sandália Melissa.
Maria Beatriz.

Body/vestido Disney Store - Sandália Crazy 8.
Mamãe.


Camiseta e shorts Topshop - Sandália Louboutin.
Look de corrida.


Camiseta Topshop - Shorts Juicy Couture - Sapato Nike.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Alimentação infantil!

Esse é um assunto super polemico né? Eu não sou daquelas que não deixa os filhos comerem industrializados de jeito nenhum, se eles querem eu deixo até porque sei que vai ser só uma vez (normalmente quando estamos no Brasil e aí visitamos várias famílias e tem gente comendo!).

A Catarina foi amamentada exclusivamente até os 6 meses e comeu comida pronta apenas depois de 1 ano (inclusive aqueles biscoitos que mostrei que comemos com sopa). Quero ser assim com a Maria Beatriz também!

Com a Melissa e Joaquim eu era mais liberal até porque eu era mais nova e menos experiente. Mas os dois só comeram comida pronta depois de 1 ano e vou confessar que sou muito mais severa com a alimentação deles do que com a dos mais novos.

Aqui em casa, todos os dias tem que ter coisas saudáveis. Refrigerante não entra nunca aqui (não para as crianças, para mim sim! hahaha Eu sou a única viciada, mas desde que a Catarina nasceu eu não bebo), para eles apenas água e suco (sem açúcar!). Para eles é muito mais fácil comer verduras e legumes do que frutas, então investimos nisso! A alimentação da Catarina começou a ir para frente quando engravidei e aí ela começou a comer a mesma coisa que eu, então a minha alimentação melhorou bastante também.

Mas sobre os produtos industrializados, eu nunca tive que recorrer a eles e não julgo quem tem. Mas saibam que esse "ah, só hoje" vai começar a ser todos os dias porque é muito mais prático e rápido! Por aqui, a Catarina não comeu nem quando viajamos, eu sempre dei meu jeitinho. Se eu tivesse que escolher uma, escolheria a com menos sódio e açúcar! E gente, nem sempre a orgânica é a melhor tem que pesquisar muuuito. Aqui em casa a maioria das frutas, verduras e legumes são orgânicos mas só porque eles tem uma cara melhor que a dos outros, as vezes eu compro o normal porque está mais bonito, e barato. hahaha

Eu não vou falar que acho feio mães que dão comida industrializadas cedo, as vezes é por falta de opção mas eu não gosto e não quero para os meus bebês. Aqui em casa eles só comem iogurte natural (aqueles sem sabor, sabem?) com frutas, e eles amam. Danoninho (ou qualquer iogurte feito para crianças) nunca viram e não vão ver tão cedo. Eu gosto de cozinhar e então a maioria das besteiras que eles já comeram foram feitas aqui em casa, como cookies (aquelas bolachinhas), já fiz normal e com farinha integral e não tivemos nenhuma reclamação.

Como eu disse, eu não sou totalmente viciada no que meus filhos comem e fico me importando com tudo que tem na comida mas acho que pelo menos durante a semana eles tem que mantar uma alimentação saudável. Agora que viajamos menos, decidimos que a alimentação saudável é enquanto estamos em casa!!! Mas vou confessar que longe não fugimos muito disso, só que aí comemos fritura, hambúrgueres e refrigerante (eu, porque as crianças não gostam).

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Convidada da semana: Luiza Dantas!

Oi gente, Bru por aqui, vim falar um pouco sobre a Lu! A Lu era minha colega de sala e morava na mesma rua, ou seja, nos conhecemos desde sempre. Até eu engravidar nunca havia falado com ela, mas depois que engravidei ela virou um amor! Hoje, aos 22 anos, eu sou um amor com a futura mamãe da Alice e do Otávio.

"Olá leitoras da Bruna, eu me chamo Luíza Dantas Araújo e estou gravida de 17 semanas da Alice e do Otávio. Tenho 22 anos (faço 23 mês que vem!), e sou casada com o João Gabriel há dois anos.

Nós namoramos desde o segundo ano do ensino médio (mas a gente tava de rolo no primeiro ano já! hahaha) e casamos enquanto cursávamos faculdade. Dizem que temos que conhecer várias pessoas antes de casar mas nós não pensamos assim e resolvemos acreditar no nosso amor. Eu terminei faculdade ano passado e ele esse ano! Eu trabalhei durante ano passado inteiro e guardei mais da metade do meu salário para gente poder ter um filho esse ano. Quando engravidei, tivemos a grande surpresa de serem dois filhos! E o dinheiro guardado com certeza será muito bem utilizado né?

Resolvi falar sobre várias coisas, primeiramente o nome dos meus filhos!
A família do meu marido tem uma "tradição" de que os meninos tem o nome do avô materno e somente o sobrenome do pai. No nosso caso meu pai se chama José Otávio, só que não queremos dois nomes para os nossos pequenos! Escolhemos apenas Otávio, o sobrenome do pai é Araújo e então o nome dele será Otávio Araújo.
Minha sogra teve 4 filhos homens, João, João Alberto, João Henrique e João Gabriel (para nós, João, Gabriel, Henrique e Alberto hahahaha) todos com o primeiro nome do pai dela e sobrenome do marido, Araújo.
E as meninas tem o nome de escolha da mãe (qualquer um) e sobrenome da mãe e de solteira da avó. Nós escolhemos Alice, Carvalho sobrenome da minha mãe e Dantas meu sobrenome (escolhi o Dantas para ela passar para os filhos que foi o que meus pais fizeram (eles tem o mesmo segundo sobrenome! Minha mãe Elena Carvalho Dantas e brinca que depois de casar virou Dantas Dantas e meu pai José Otávio Dantas e eles ficaram na super decisão quando eu, minha irmã e meu irmão nascemos entre por Carvalho Dantas ou só Dantas, minha irmã mais velha ganhou o Carvalho, eu e meu irmão não. Minha irmã é Heloísa Carvalho Dantas, eu Luíza Dantas e meu irmão Luíz Otávio Dantas).

Mas, posso falar dos sobrinhos também? Vou fazer um post gigante! Minha irmã mais velha, Heloísa Carvalho Dantas, ou Lô como chamo desde sempre (eu sou Luluzinha pra ela até hoje!), ela é 8 anos mais velha que eu e tem três filhos, dois meninos e uma menina. 
Hoje ela tem 31 anos, foi mãe do Mathias aos 24, do Thomas aos 26 e da Sophia aos 27. E esse ano ficamos sabendo que vai ter outro baby, uma little girl que nasce em novembro (mês que vemmmm! Chega logo Lalá!!!). Ela ainda não revelou se será Maria Laura ou Antonella (mas o apelido Lalá já está certo! hahaha Como ela ainda não decidiu e a gente tinha que falar da baby demos esse apelido que serve para os dois nomes). O Tatá casou mês passado e esse mês revelaram que vem baby por aí, uhuul. Eles revelaram que casaram porque já sabiam (ela tá gravida de 5 meses, descobriu com 1 mês e em 4 meses casaram) e quem vem por aí é o Lorenzo. 
Alice e Otávio terão priminhos da idade deles, fiquei super feliz!! E que os quatro (Lili, Tavinho, Lalá e Lorenzo) sejam suuuuper amigos.

O João (irmão mais velho do meu marido) é pai do Antônio.
O João Henrique (irmão mais velho do meu marido) é pai do José Henrique.
O João Alberto (irmão mais velho do meu marido) é pai do Fernando.
A Mariana (irmã mais nova do meu marido) casou mês passado e ainda não sabe quando terá baby.
Nós seremos os primeiros a ter uma menininha! Será que Alice será mimada? Com certeza será mimada pelas tias que querem uma menininha (as três) mas estão sem coragem para engravidar novamente. hahaha E o Otávio também será mimado porque Antônio, José e Fernando já estão com mais de 5 anos e nessa época a mãe já sente saudade de bebê.

Mas vamos falar o que eu vim para falar né? O meu sonho de ser mãe. 

Desde muito cedo eu queria ser mãe, de gêmeos dos olhos azuis! Essa sempre é a imagem que vem na minha cabeça quando pensava em ser mãe e hoje quando penso na Lili e no Tavinho. Eu tenho olhos verdes e meu marido azul, e torço muito para que eles tenham azul para meu sonho se realizar totalmente mas claro vou ficar muito feliz se eles forem super saudáveis, tendo olhos de qualquer cor. Eu sempre sonhava em ter um casal de gêmeos e hoje Deus realizou esse mu sonho e nós agradecemos todos os dias por essa benção. Quando eu e o Gabriel descobrimos que vinha baby por aí ficamos super felizes, afinal é o que sonhamos desde o ensino médio (mas soubemos esperar!). E assim como a Bruna sei que o que Deus preparou para mim será maravilhoso mesmo sendo mãe nova e, praticamente, não tendo dinheiro para sustentar dois bebês. Sei que minha família e a família do meu marido irá nos ajudar mas vamos compensar toda a ajuda dada por eles. Eu sempre digo que a Bruna é minha inspiração, ela fez o que era para ser a pior época (sempre digo isso pelo o que ela passou! Ela sofreu muito nessa época sem a mãe dela) ser a coisa que mudou a vida dela para melhor. Hoje vejo ela ser totalmente realizada no casamento e com os filhos, vejo ela viajar pelo mundo com o Pedro e vejo que eles batalharam mais que qualquer um para chegar onde chegaram! Pense se fosse você no lugar dela, teve filho aos 16 anos e a mãe não deu apoio nenhum. Teve que ir morar na Austrália (um país totalmente desconhecido para ela e uma língua totalmente diferente) praticamente sozinha porque o Pedro trabalhava o dia inteiro!! E aos 18 anos ainda teve a compaixão de adotar o Joaquim que foi deixado na porta da casa dela. Se eles tem o que tem hoje é porque batalharam e eu não tenho dúvida de que batalharam muuuito. Conheço a Bruna e o Pedro, e a família deles! E mesmo a família dos dois tendo dinheiro (o pai da Bruna é super bem de vida e a família do Pedro também), sei que o dinheiro deles foi conquistado por eles. Me deixa feliz ver que ela está feliz!

Sobre o enxoval, a gente está indo hoje para Malibu. hahaha A Bruna irá me ajudar e acho que postará aqui no blog (acho que eu posto mesmo, como convidada da semana! Vou postando por dia), vou comprar apenas roupinhas (eu acho! hahahaha) e sim, vou gastar todo o dinheiro que guardei para fazer o enxoval e o quarto deles e estou super feliz com isso. Então volto na segunda mostrando o que comprei. :)

E por hoje deve ser só isso. hahaha 

Beijos, Luíza".

Aniversário 1 ano Catarina!

Eu comecei a fazer esse post um mês depois do aniversário da Catarina (que é em março) e só terminei agora (outubro).

Mês passado a minha pequena Catarina fez 1 ano! E eu não falei nada sobre a festa, só fiz o look do dia e pronto.

Como eu não postei o que eu ia postar, vou colocar apenas o link das festas que me inspirei, pode ser? hahaha Até porque logo será o aniversário de dois anos dela e aí vou postar o que vamos fazer alguns meses antes.
Tive duas inspirações: essa e essa. Ficou bem parecido, e para completar ela usou aquele look super colorido da Mud Pie!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Ter pais separados.

Oi gente, é a Tatiana mas se for comentar, Tati! hahaha Já fui casada duas vezes e estou passando pelo terceiro casamento, que eu espero que seja o último. Tenho 8 filhos. Meu primeiro casamento gerou o Eduardo e a Maitê, que são gêmeos. O segundo casamento gerou o Julio e a Antonela. E o terceiro gerou (até agora!) a Betina, Romeo e Nicholas (gêmeos) e a Naomi.

Eu sou super acostumada com famílias separadas, desde os 6 anos de idade me revezo com visitas entre família paterna e materna (até hoje é assim! Me divido entre família paterna e materna minha e do marido hahaha Sempre tem viagem nos feriados para conseguirmos fazer pelo menos uma visita por ano para cada parte das famílias). E meus filhos também passam por isso!

Quando eu me separei pela primeira vez o Eduardo e a Maitê tinham 2 anos e ficaram com o pai por mais dois anos. E então, a partir dos 4 eles começaram a se revezar entre pai e mãe, hoje Eduardo mora com o pai e vem passar o final de semana aqui e a Maitê mora comigo e passa 1 final de semana por mês com o pai (a gente vai no juiz sempre que eles querem mudar algo, como o Eduardo quis ir morar com o pai e a Maitê pediu para não ir visitar todo final de semana! E daqui algumas semanas vamos novamente porque o Eduardo quer passar uma semana com cada, difícil conviver com adolescentes!! Mas a família está crescendo dos dois lados e eles se sentem abandonados). 

E o Julio e a Antonela foi quase a mesma coisa, a única diferença era que o Julio tinha 3 anos e a Antonela 1 e sempre moraram comigo. Ano passado Julio foi morar com o pai e a Antonela (que está pensando nisso desde o ano passado!) vai morar com ele, semana sim, semana não. E por lá a família está crescendo também! O que motivou a Antonela a se mudar, no meio do ano passado a cegonha trouxe a Luíza (e o Julio e a Antonela hahahaha) e 3 meses depois da Luíza chegar, outra notícia vem mais baby por ai! Dessa vez um menino, o Francisco (e como a Lalá disse: não vou ficar sozinha lá mamãe, vou ter a Tia Ju, no caso madrasta, a Lulu e o Fafa).

Eu acho que para fazer dar certo a ex-mulher e a atual tem que fazer dar certo! Eu me dou super bem com as duas mulheres dos meus ex-maridos. O pai do Eduardo e da Maitê casou novamente faz 5 anos, e tiveram o primeiro filho 3 anos atrás e outro ano passado, o Enzo e o Enrico. E desde que ele casou nós conversamos sempre e posso dizer que sou amiga dos dois! Assim como é com o pai do Júlio e da Antonela, eu fiquei mais amiga ainda depois da Ju ter a Luíza e o Francisco. Eu nunca sofri por ter pais separados e espero que meus filhos também não sofram, e quero que Betina, Romeo, Nicholas e Naomi nunca passem por isso!!

É difícil aceitar que seu marido seguiu em frente? Claro que é, mas temos que aceitar. Eu aceitei que assim como eu segui em frente eles também! Mas eu acho que eles tem que seguir em frente sem esquecer os filhos do passado e que a atual esposa tem que aceitar que esse passado não fica para trás como tantas outras coisas que abandonamos.

Se você estiver do lado da madrasta, tente aceitar ao máximo o relacionamento do seu marido com a ex e aceitar mais ainda os filhos. Eu fui a primeira esposa dos meus três maridos e então não passei por essa fase, mas sei como é horrível seu filho dizer que a madrasta nem responde as perguntas que eles fazem. Agradeço a Deus por meus filhos terem madrastas ótimas e que se duvidar cuidam deles melhor que eu, porque no meio de tanta confusão fica difícil dar uma atenção especial né? Eu acho que quando pelo menos um lado se esforça para melhor a relação dá super certo, mas se nenhum se esforçar não vai para frente.

Hoje eu acho ótimo ter uma boa relação com as madrastas porque sei que eles estarão bem cuidados lá! E porque sei que posso confiar nelas quando for viajar ou passar alguns dias fora.

Eu sei como é se separar e ver o marido seguir em frente, e o que a gente tem que fazer? Seguir em frente também!! E não deixar de ser amigos pelo bem dos nossos filhos. Acho super legal ver que muita gente se separa mas faz de tudo para continuar presente na vida dos filhos, e é super importante continuar fazendo parte da vida deles.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Cadeirinhas que usamos por aqui!

Eu sempre compro várias cadeirinhas para as crianças, porque usamos dois carros e demora para tirar e colocar cadeirinha e então resolvemos comprar uma para cada carro. Temos um carro no Brasil também e ele também tem a cadeirinha dele. hahaha

Maria Beatriz - A Mabi está com apenas 3 meses e então usa bebê conforto! No meu carro ela usa o que era da Cacá, e no do Pedro nós compramos um novo. O que era da Catarina no meu carro está nesse post aqui. O novo é esse aqui:
Para bebês eu prefiro preto! Com algum detalhe coloridinho, o do Murilo era preto com azul e o da Catarina, que a Maria Beatriz usa, é preto com pink. Esse um é da Minnie! É da Graco e custou $170.

Catarina - A Catarina tem 1 ano e passou esse ano para a cadeirinha, então compramos duas novas. Ela passou o bebê conforto dela para a irmã em troca de uma cadeirinha nova e de escolha dela! Escolhemos esses:
 A primeira é da Evenflo e compramos por ser a mais confortável! Como viajamos mais com o carro do Pedro, ela fica nele. Foi $250. A segunda é da Graco, mesma marca do bebê conforto que ela usava, e é super confortável também mas não segura muito a cabeça quando ela dorme! Ela usará essa até sair da cadeirinha (ir para o banco mesmo). Custou $300.

Murilo - O Murilo está com 2 anos e usa a cadeirinha a pouco tempo. As deles são iguais as da Catarina. Iguaizinhas! E pagamos a mesma coisa.
 O esquema é o mesmo, Evenflo (primeira) no carro do Pedro e da Graco no meu carro.

A Melissa e o Joaquim usam booster! A Melissa já usa sem encosto mas o Joaquim ainda usa com. Até porque nesse aniversário ela já não vai mais usar! Ela já poderia sair mas achamos melhor dar mais um tempinho para ela crescer. hahaha
 O da Melissa é o primeiro (ela tem dois iguais em cada carro), é da Graco e custou 25 dólares! hahaha O do Joaquim é o segundo (ele tem dois iguais), é da MaxiCosi e custa $160 e depois ele vira igual ao da Melissa.

Em breve terei que comprar uma cadeirinha para a Maria Beatriz e escolherei igual a dos irmãos! Vou confessar que até já comprei.

E vou dar uma dica extra!! Aqui temos um super cuidado com o nosso carro e então, usamos esse protetores de banco. A cadeirinha sempre estraga o banco, principalmente os com banco de couro, que é o nosso caso. Usamos esse um da Brica, que custa 35 dólares e até agora não tivemos nenhum problema.
Outra dica maravilhosa é comprar esses protetores impermeáveis para usar quando está desfraldando, aqui eu tenho em todas as cadeirinhas (da Cacá e do Lilo) mesmo sem estar desfraldando os dois. O meu é da marca Summer e custa 15 dólares.

E eu acho que é só isso! E gente, é difícil viajar com cinco crianças mas sempre damos um jeitinho.