sábado, 28 de fevereiro de 2015

A favor da legalização do aborto!

Oi gente, é a Gabi! Já fui uma das colaboradoras do blog e hoje estou aqui compartilhando um pouco o meu pensamento em relação ao aborto. Li um texto em um blog esses dias falando que ninguém é a favor do aborto, pois o meu pensamento é totalmente ao contrário!! Eu acho que todos tem que ter a opção do aborto mas a conscientização de que está tirando uma vida. Já leram a história da mãe que tinha um bebê de 8 meses e estava grávida novamente e pedia para o médico fazer um aborto? E a resposta dele era para matar o bebê que já nasceu pois não traria riscos para ela e ela teria tempo para descansar até o bebê nascer.

Sou mãe do Artur (17), do Noah (15), da Isabela (13) e da Sophia (2a8m) e avó do Matheus (1a10m).

Eu nunca pensei que seria avó cedo e muito menos que fosse quando meu filho teria apenas 16 anos. Mesmo ele sendo super novo e nós não aprovando sexo antes e/ou fora do casamento, ajudamos os dois a darem uma vida para o Matheus a qualquer custo, afinal esse bebê não tem culpa dos erros dos pais. Demos um apartamento para os dois e cuidamos do Matheus quando precisam mas eles sabem que isso não significa que aceitaremos outro bebê e muito menos que será para sempre assim. Nós inclusive pagamos faculdade do Artur e damos um salário para ele comprar comida, coisa da casa e coisinhas do Matheus (mas também damos milhões de roupas importadas!).

A Isadora, mãe do Matheus, nunca pensou em abortar ele mas eu já pensei, mesmo que sem querer. Se ela fosse minha filha eu não a incentivaria a abortar mas queria que fosse uma opção (se fosse legalizado). Quando eu engravidei do Artur, eu já era casada e poderia dar uma vida boa para ele, com o principal que é amor e comida. Se ele soubesse o tanto que batalhamos para dar para ele a vida que ele tem hoje, ele pensaria duas vezes antes de fazer sexo sem camisinha. Pois bebê damos um jeito, amor e carinho mas doença não tem como!

Para mim o aborto tem que ser legalizado e não apenas para maior de idade. Criança não sabe o que faz e muito menos saberá cuidar de um bebê! Na minha cabeça, nenhuma menina com menos de 15 anos deveria ser mãe e isso acontece todos os dias no Brasil. Eu sou mãe de duas meninas e não obrigaria as duas a fazerem aborto mas teríamos um conversa séria sobre isso e seria uma opção sim. Se uma mulher não tem condições de ser mãe, não tem porque ela não fazer um aborto.

Eu tive quatro filhos tendo apoio de marido, família e amigos. Sempre quis ser mãe e tinha uma cabeça boa para isso! E mesmo com tudo isso foi difícil, sofri, tive depressão pós-parto depois que tive a terceirinha. Tem mulheres que não tem apoio, nunca quiseram filhos e não tem cabeça para isso e vão atrás o aborto ilegal. No Brasil, a legalização do aborto ajudaria milhares de mulheres! Não teria casos de mães que abandonam filhos em lixos, que jogam filhos em rios e nada disso. Não teríamos milhões de crianças para serem adotadas, que é um grande problema aqui no Brasil! Eu e o Mario entramos com um pedido de adoção a 5 anos e até hoje nada, tanto que já retiramos pois tivemos a Sophia e vamos deixar isso para mais para frente, e queremos adotar um maior (entre 10 e 15). 

Ser mãe é uma dadiva de Deus mas nem todos acreditam que Ele existe e então isso não pode ser uma desculpa para o aborto não ser legalizado. Pessoas que acreditam Nele e no presente que Ele nos da ao entregar uma vidinha para cuidar, não farão aborto. Mas quem não acredita poderá fazer e não carregará um "fardo" a vida toda. Não pensará daqui 20 anos no filho que deixou no lixo, que escondeu em algum lugar e nada disso. 

As pessoas que são contra tem que parar de pensar nelas e pensar nos outros, pensar nos bebês que são abandonados, que vivem na rua sem mãe e sem pai, que vivem esperando por um adoção que nunca acontece e nas que se drogam pois foram abandonadas. Acho que tem que ser legalizado e tem que ter regras, temos que ensinar o povo brasileiro a pensar. 

Mulher de qualquer idade deve poder fazer um aborto, seja em uma clínica particular ou pública.
Mulher de qualquer classe social deve poder fazer um aborto legalizado, porque isso já acontece ilegalmente, só que as de classe social mais alta tem médicos melhores e raramente sofrem consequência disso.
Elas tem que ter acompanhamento psicológico e o aborto ser feito após a liberação psicológica.
O aborto tem que ser feito até uma determinada idade gestacional (entre 3 e 4 meses é um tempo bom para ela ser "estudada" e liberada para fazer um aborto).
A mulher tem que ter um acompanhamento médico após o aborto.
E não fazer mais de uma vez na mesma mulher!
Ah, e as que tem bebês com necessidades especiais teriam mais tempo para pensar sobre isso e decidir. Não que eu ache que não devemos seguir com uma gestação assim, eu acho lindo mulheres que tem e cuidam com muito amor! Mas tem gente que não tem cabeça, que não quer e acha que é castigo. Já eu acho que é uma dádiva muito maior, eles são anjos durante toda a vida e não só na infância como é na maior parte das vezes.

Eu acho que temos que ensinar a prevenir. Por enquanto iremos remediar, fazendo aborto mas na próxima geração já será menos comum porque saberão prevenir!! Isso acontece ainda por causa da pobre educação do Brasil. Se todas as crianças brasileiras fossem a escola e/ou tivessem aula de educação sexual (muito comum na maioria das escolar particulares brasileiras, mas ainda tem várias que é atividade extracurricular e aí ninguém vai), não haveria tanta necessidade do aborto legalizado. 

Mas como a nossa querida presidente Dilma, não está investindo em educação não poderemos contar com isso e então, que legalizem o aborto!!! Mas talvez não devêssemos fazer isso também, porque os hospitais são horríveis e será pior para as mulheres.

Obs: sou contra a mulheres estabilizadas, casadas e com família apoiando abortarem, me arrisco até a dizer mulheres em uma classe social mais alta (a partir da média, a maioria tem graduação acima de ensino médio e então tem toda consciência dos seus atos - fazer sexo sem camisinha!!!). Mas mulheres que não tem nada disso, tem que ter o direito sim!!! Quem nunca ouviu falar das mulheres que vão dar aula de educação sexual para essas bem probezinhas e ensinam a por a camisinha em uma banana e elas acham que tem que fazer isso quando for transar? (Por a camisinha na banana)Tem gente que faz sem pensar e achará que por ser liberado será fácil, mas se tiver toda uma assistência não será assim. Acho que agora o Brasil não tem porte para liberar, com hospitais ruins e educação mais ruim ainda, é impossível liberar algo assim por aqui!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Minha rotina de exercício e alimentação!

Eu sempre fui extremamente magra, daquelas que a mãe faz tomar Biotônico. Tomei durante um ano inteiro e engordei 500 gramas, então minha mãe desistiu! Hoje em dia tenho mais facilidade para engordar, talvez por causa de quatro gestações, talvez porque já passei dos 18 (sempre falam que depois dessa época engorda né?), não sei o porque.

Hoje voltei a fazer exercícios. Em Malibu eu saia correr e andar todos os dias, agora será diferente. Antes eu treinava diariamente as 6h (até 7h) e agora será 7h30 (até 8h30 ou mais). Porque esse horário é o horário mais tranquilo aqui de casa, os mais velhos saem para a escola e as meninas dormem. Três vezes por semana farei Pilates, em casa mesmo, o Pedro contratou professora e comprou os aparelhos também e três vezes por semana musculação (com outra professora e outros aparelhos, todos comprados pelo Pedro). Hoje eu tive Pilates e ela me explicou que será três vezes por semana durante 15 dias (como estou fazendo três vezes por semana passará rápido) e depois ela verá se terei que continuar fazendo três vezes por semana ou podemos diminuir para duas. Enquanto a musculação, como o Pedro quer que eu largue a corrida porque fica inviável no inverno (gosto de correr na rua e por causa da neve e do frio não sai nenhuma vez desde que mudamos), será sempre três vezes por semana (mas ela quer que eu aumente para quatro para poder variar mais! Entre musculação, bicicleta, jump e boxe. Mas enquanto estiver com o Pilates três vezes por semana não aumentarei).

Pilates: eu tenho uma necessidade enorme de me alongar todos os dias! Se eu não me alongar de manhã passo o dia com dores no corpo. E eu me alongo como na academia, sabem? Faço "exercícios". E então, eu e o Pedro resolvemos que fazer um alongamento profissional seria bom para mim. O pilates tem milhões de benefícios (entre eles: combater o estresse, corrigir a postura, melhorar o desempenho na corrida, melhorar a flexibilidade, ajuda a esculpir o corpo, aumenta a densidade óssea, melhora a circulação sanguínea e melhora a qualidade do humor e do sono!). E isso tudo aí é o que eu quero para a minha vida, principalmente um ponto que não falei. O que melhora a vida sexual pois exercita os músculos pélvicos (ajuda a entender e sentir mais e melhor o seu corpo e é ótimo para as gravidinhas que querem parto normal!! Mas é recomendando começar a fazer antes de engravidar!).

Musculação: diferente do pilates que alonga os músculos, a musculação tonifica eles (sendo assim, um dos benefícios!). A musculação, assim como o pilates, melhora os ossos!!

Jump: ele ajuda no equilíbrio!! E eu só aceitei a fazer porque diz que melhora a celulite. hahaha Sim, mesmo eu sendo magra tenho celulite e é de família pois a família inteira do meu pai é magra e é cheia de celulite. A mulher me disse que eu mesmo eu fazendo apenas uma vez por semana ajudará, só que demorará mais.

Bicicleta: irei fazer semana sim, semana não! Intercalando com o boxe. Para melhorar meu coraçãozinho que ainda tem que ver muitaaa coisa!!!

Boxe: para melhorar as costas e os braços! E melhora a resistência muscular, afina a cintura (que já não é mais a mesma! Desde que tive a Melissa mudou muuuito), fortalece a musculatura lombar (para poder aguentar o levantamentos de bebês), aumenta a capacidade cardiorrespiratória, alivia o estresse, estimula a coordenação motora e a agilidade.

E esses exercícios nos ajudam ter mais energia!!! E eu, como mãe de cinco, preciso de muita energia. Ah e antes de começar a fazer tudo isso, fiz milhões de exames e as moças (a do pilates e a dos outros exercícios) decidiram o que eu iria fazer. E provavelmente estou: estressa, com coração ruim, ossos mais ruins ainda. A postura horrível não é novidade, o mau humor e o sono ruim também não. hahaha Na verdade, não tenho sono ruim posso dormir por dias seguidos se deixarem mas tenho tanta coisa para fazer que não sobra tempo para dormir! Agora que farei exercício, terei que dormir oito horas por dia e isso significa deixar minhas séries de lado (viram como não tenho tempo?), pois ou deixo as séries ou o marido.

Sobre a alimentação: eu decidi que não cortarei tudo drasticamente (como faço quando estou grávida), me darei o direito de comer besteira com meus filhos quando eles pedirem. Mas em dias normais, não tomarei refrigerante, diminuirei drasticamente o açúcar (tenho mania de por quilos de açúcar em quase todas minhas bebidas! Faço isso só no meu copo, porque as crianças tomam "natural'.), diminuirei o sal e as bebidas alcoólicas (tomadas em todas as jantas com o Pedro, falo mais pra baixo). Quero aumentar o meu consumo de frutas, verduras, legumes e essas coisas naturais! Por que? Porque eu sei que mudando a minha alimentação, mudarei de todos aqui de casa.

Aqui em casa sempre comemos muito bem (salada e essas coisas), o nosso problema é sempre com a carne e o feijão, que dizem ser essencial. hahaha Pois eu nunca como feijão e tive quatro filhos maravilhosos! E que também não comem feijão. O meu problema maior é que se eles pedem por alguma besteira, nós sempre damos. A partir de agora quero deixar isso para final de semana, feriados e datas especiais (aniversários, seja da família ou não.). E quero cortar o refrigerante desses dias! Sei que "de vez em quando" não faz mal, mas acho errado eles (Melissa e Joaquim) tomarem se eu não deixo os outros tomarem né?
Ah, e outra coisa que temos que incluir aqui em casa: leite. Eu raramente tomo e as crianças também. Hoje em dia só a Catarina e a Maria Beatriz tomam, sendo que a Maria Beatriz toma leite materno.

Bebidas: eu e o Pedro temos os nossos dias de sair jantar sozinhos, sem crianças, sem babá, sem ninguém. Vamos de táxi para poder beber mas a partir de hoje não beberei nessas saídas, se o Pedro quiser beber, que beba mas eu não beberei. Além de eu estar amamentando e ter que evitar o álcool, ele não ajuda nem um pouco quem quer emagrecer!!!

E deve ser isso! Ah, e meus looks para a "academia" são inclusos no look do dia e estão sempre no final. Postava sempre que saia correr e agora postarei quase todos os dias (menos domingo, que eu brinquei com o marido que será meu dia de comer besteira e chorar por todos os exercícios que farei durante a semana). E já são 21h44 e eu ainda não tomei banho!!! E estou aqui fazendo post ao invés de tomar banho, dar atenção para o marido e/ou dormir.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Dicas para manter as crianças ocupadas em restaurantes!

Outro post traduzido! hahaha Li antes de viajar e me ajudou horrores com cheguei e ainda estava fora do ritmo de ser mãe de cinco. hahaha O único que usamos por enquanto foi o último! Eles amam mais ainda porque fazemos competição.


  1. Em um ziploc médio (de snack) coloque um punhado de cereal (fruit loops ou cheerios) e um pedaço de corda ou um pedaço fino de alcaçuz. Quando eles ficarem impacientes é só deixar eles criarem um colar. Não é algo que você pode ter em sua bolsa em todos os momentos, mas dá para fazer alguns e deixar no armário e pega-los quando for sair.
  2. Salve pacotes de lencinhos de bebê que você costuma jogar fora (aqueles que vem em caixa, sabem?). Estes são perfeitos para manter gizes, canetas, lápis de cor, adesivos e um pequeno bloco de notas. Faça um e deixe pronto para cada criança pegar pois eles são fáceis de carregar. A primeira vez que eles usarem podem descorar com adesivos e torná-lo próprio, a partir de então você pode pedir para eles pegarem sua caixinha quando forem sair. Eu mantenho um no carro em todas as vezes (sem os gizes, porque iriam derreter) com lápis de cor, canetas esferográficas e alguns desses cadernos (3x5) espirais, um para cada criança.
  3. Mantenha um saquinho de "coisas boas" em sua bolsa. Como aqueles saquinhos com quatro giz, eu tenho 1 set por criança na minha bolsa. Muitas vezes eu pego algum saquinho desses depois que eles já terminaram de comer em algum fast food e nós ainda não terminamos de comer. O papel não é problema pois na maioria dos locais tem um papel sobre a bandeja e é só virar a folha e pronto. Mas é bom sempre ter alguns bloquinhos com você.
  4. Use o que é útil em cima da mesa quando você chega ao restaurante. Peça a garçonete alguns canudinhos quando chegar com eles já impacientes. E ensine seus filhos a jogar jogo da velha! Dá para usar moedas, saleiros e pimenteiros (só pedir por alguns extras) e pacotinhos de açúcar e sal (normalmente tem em cores diferentes, pois um é açúcar normal e outro adoçante).
E é isso, esse post foi traduzido daqui. Quem escreveu foi a Justine mãe de 3 meninas! É bem simples mas salva me salvou nesses últimos dois dias (e olha que só usei uma das dicas!).

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Reforma da casa, parte 5 - Quarto da Melissa!

O quarto da Mel, será totalmente feito com a nossa criatividade. Compramos uma cama da cor que ela mais ama, Aqua. Eu acho essa cor lindaa e ela ama, então resolvemos fazer dessa cor. A cama dela também é de casal (aqui nos EUA, se chama Full e é alguns cm maior que a de casal do Brasil, assim como a Twin - que é a de solteiro - também é alguns cm maior), como a do Joaquim.
E por enquanto só isso e o edredom.

Essas letras do de baixo é da foto do site, o da Mel é só com o M e não comprei essa outra almofadinha. E aos poucos os quartos vão ganhando cor, forma e gerando ficando confortáveis.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Nossa rotina com cinco filhos!

A última vez que eu fiz uma rotina foi quando a Catarina nasceu! Dia 9 a Catarina faz 2 anos, eu tive mais uma filha e muita coisa mudou nesse tempo e eu não atualizei nossa rotina aqui no blog. hahaha Na nossa última rotina, eu tinha meu tempinho para correr e agora ainda não consegui incluir isso na nossa vida nova! A Maria Beatriz não tem nada certo, no máximo que mama de três em três horas e então não inclui (porque se não vou estar presente, meu leite está na mamadeira). hahaha
Essa é nossa rotina por enquanto, porque quando tivermos babá e empregada tudo mudará. Elas começam a trabalhar quando voltarmos do Brasil, dia 10 de março.

6h- Acordar. Uma coisa que não mudou! Meu horário de acordar. hahaha
Antes eu acordava nesse horário para sair andar, hoje eu acordo nesse horário para fazer café da manhã. Eu faço café da manhã, separo looks e faço o lanche do Murilo. E ai faço o passo abaixo e vou me arrumar. Ah, e antes disso tudo, um mamazinho para a Mabi dormir mais um pouquinho!!
6h30- Acordar Melissa e Joaquim.
Antes eles acordavam as 7h, hoje é meia hora antes e a mamãe morre de dó. hahaha Eles levantam e vão direto para o banheiro (uma coisa que eu passei para eles! Todo dia levantar ir fazer xixi, lavar o rosto e escovar os dentes) e trocam de roupa.
6h45- Acordar Murilo.
Ele dorme quinze minutinhos a mais que os irmãos. hahaha O papai acorda ele, leva no banheiro (para fazer xixi, lavar o rosto e escovar os dentes) e troca de roupa.
7h- Café da manhã.
Esse café da manhã é só com quem vai para a escola! haha Eles amam essa atenção, ainda mais sem bebês.
7h30- Escola (M&J).
E é só terminar o café e ir para a escola!! Por enquanto, eles estão em fase de adaptação (pedidos da escola) e só vão mais tarde. Mas mês que vem eles tem que ir até 7h30! Então não teremos esse café da manhã em família (ou terei que levantar 5h30 para deixar tudo pronto até as 6h), já combinamos que mês que vem o Pedro vai levar eles para a escola sem tomar café e eles vão terminar de se arrumar e já ir tomar café (entre 6h55 e 7h10), sem esperar ninguém.
7h45- Escola (Lilo).
Mamãe leva ele um pouquinho mais tarde porque o dele só começa as 8h!!
8h- Acordar Catarina.
Chego em casa depois de levar o Murilo e vou dar uma atenção especial para a Catarina. Acordo ela com muito carinho (tentando evitar mal humor matinal, mas nunca funciona), vamos no banheiro escovar os dentes e tomar uma duchinha, trocamos de roupa e fazemos um penteado (ela ama e ajuda o mal humor passar! hahaha) e aí vai tomar cafezinho. Ah, e as vezes fico com dó dela (e de mim) e deixo ela dormir o quanto quiser.
8h30- Horário de TV da Cacá.
A Mabi acorda 8h30 e então é o horário da Catarina ver TV. Ela só vai assistir tv porque eu tenho que ir dar banho na Mabi, e trocar de roupa e dar mamá!!! hahaha Difícil né?
9h-11h- Horário livre.
Temos algumas horinhas livres com as meninas! As vezes aproveito que estou só com as duas e vou fazer compra, as vezes ficamos em casa brincando. As vezes a Cacá dorme nesse horário (de meia hora para mais) e aí a atenção é toda da Mabi, mas essas sonecas estão diminuindo. Invento mil e uma brincadeira com a Cacá nesse horário! E todas incluindo a Mabi (se estiver acordada).
11h- Almoço.
O Pedro é quem faz o almoço (por enquanto estamos sem empregada e babá e está sendo assim) e ele quer que a gente coma sempre as 11h! hahaha Eu acho cedo mas como né, não tenho outra opção. hahaha
12h- Soneca da Cacá.
Depois do almoço eu e as meninas brincamos um pouquinho e aí vai batendo aquele soninho e as duas dormem. hahaha A Catarina só dorme quando eu acordo ela as 8h! Se ela acorda sozinha não dorme. A Cacá dorme por uma hora e meia e a Mabi por uma hora. E nessa hora estou arrumando a casa! Arrumo tudo (meu quarto, cozinha, salas, quarto de brinquedo e quarto da Cacá e da Mabi) e tento descansar.
13h-14h- Livre.
As vezes saímos com elas, as vezes ficamos deitados brincando com elas e as vezes reviramos todos os brinquedos. haha Inclusive, tenho que comprar alguns para a idade delas.
14h45- Escola.
Busco os três na escola! Agradeço a Deus pelo horário de sair ser o mesmo. hahaha Eu deixo as meninas com o Pedro (e uma mamadeira! hahaha) e saio buscar os três e passear um pouco com eles. Eles escolhem o lugar e vamos, sempre vou em uma lanchonete ou algum lugar para eles comerem. As vezes eles pedem para vir para casa
16h- Tarefa.
Sempre volto até esse horário para eles fazerem tarefa! Dou um tempinho livre, para relaxar antes de fazer a tarefa. Então chego e Melissa e Joaquim vão fazer tarefa, Murilo vai brincar com o papai e Cacá e a Mabi vem para os carinhos da mamãe. hahahah
17h-18h- Arrumação da casa.
O Pedro faz todos irem arrumarem os quartos, tirar roupa suja dos banheiros, levar lixo para fora e essas coisas! Depois lavar as mãos e esperar pela janta.
18h30- Jantar.
Enchemos a pança de todo mundo para começarem a relaxar para dormir.
18h30-19h- Horário de TV.
A meia hora da Melissa, do Joaquim e do Murilo é a mesma e então os três tem que decidir entre si o que ver. Enquanto isso, mamãe dá banho na Cacá e na Mabi e poem elas na cama. Levo a Mabi para o quarto da Cacá, leio um livrinho para as duas e dai levo Mabi para o berço!
19h-20h- Banho e cama.
Dou banho no Murilo, papai no Joaquim e Melissa toma sozinha! Depois eles vão todos para a nossa cama, lemos um livrinho para os três e os levamos para os quartos onde dormem sozinhos.

Depois disso os papais tem tempo para fazer o que quiserem! hahaha Eu assisto umas três séries e vou dormir por volta das 23h30. Mas daqui um tempo mudarei isso e voltarei a sair andar, estou só esperando o inverno acabar!!! hahahah

Reforma da casa, parte 4 - Quarto do Joaquim!

*Uma coisa que não comentei. Todos os quartos tem closet e banheiro (o da Catarina e da Maria Beatriz é um só com porta para os dois quartos) e por isso não falo sobre guarda-roupa mas sempre temos comoda (para guardar coisas da cama, de banho e essas coisas)! E em breve, teremos decoração do banheiro. :)

Como é difícil fazer um quarto legal para meninos né? Procurei horrores por um quarto para Murilo e para o Joaquim e não achei quase nada, tanto que o do Murilo é uma adaptação do da Catarina e o do Joaquim ainda não tenho ideia do que fazer.

Quero fazer um quarto assim para ele, mas ele quer de carro e então faremos adaptações. Por enquanto ele tem só a cama e vamos montando aos poucos um quarto do jeitinho que ele quer.

E sim, a cama é de casal. Achei comprar uma cama já para o futuro, o tempo passa tão rápido e a gente nem vê.
Ah, e comprei esse edredom também! Tem o nome dele na almofoda, mas não consegui editar a foto no site da Pottery Barn Kids.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Compras para a casa - parte 5!

Eu comprei várias almofadas em vários lugares, brincadeira. hahaha Comprei só na H&M, Target (só 1) e na Amazon! Todas são para a cozinha e irei revezar sempre.


Me encontre sob as estrelas.

A vida é assim! *em francês.


Especial para a minha cadeira e do Pedro!

 Seja gentil. Todo mundo que você conhece está lutando uma luta que você não sabe nada sobre.
 Mantenha a calma. Sério? Nessa casa?
 Casa/lar é onde sua mãe está.
 Deixe seu sorriso mudar o mundo, mas não deixe o mundo mudar seu sorriso.
 Casa/lar é onde sua história começa.
 Viver bem, rir sempre e amar mais. Beijos e abraços.
 Acredite em você mesmo.
 Nós somos super heróis + estrelas do rock.
Amar/amor. *em francês. 

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

12 coisas que você precisa dizer para sua filha!

Eu li um texto muito interessante aqui (em inglês) e resolvi traduzir para vocês. É claro que essas coisas temos que dizer para nossos filhos, independente do sexo. O texto é totalmente traduzido, não mudei nada!!

Eu já comentei com vocês que decidimos não interferir na escolha de religião dos nossos filhos, mas isso não quer dizer que não falamos para ele sobre Deus e Jesus. Que não falamos para eles que nós acreditamos que eles existem! Eu acredito e passei a acreditar mais ainda depois que comecei a frequentar mais a igreja (sou evangélica. Hoje em dia frequento a Igreja Batista, tem uma lindaaa em NY!!! E meu marido é católico. E apresentamos as duas religiões para nossos filhos! E nunca discutimos isso com eles, pelo menos por enquanto).

1. Tenho esperança.
Eu poderia dizer a ela "tenha esperança". Mas, eu falo como uma filha, significa mais para mim, ver que meus pais têm esperança do que eles me dizerem para ter. Minha esperança (ou falta dela) fala mais alto para ela do que as minhas palavras sobre esperança.

Mostre-lhe que você tem esperança - que você confia em Deus com a sua família, que você tem esperança para seu futuro, que você vê uma luz no fim do túnel.

2. Viver com Deus, e não para Deus.
É comum dizer para os jovens viverem suas vidas para Deus. E apesar de eu falar sobre isso, eu vi como dizer para viver para Deus pode ser confuso. A verdade é a vida que ela vive hoje, ela vive pela fé em Jesus. Dizer a ela para viver para Deus poderia levá-la a tentar realizar a aceitação ao invés de viver a partir da aceitação dela em Cristo.

Deus não está sentado na platéia de sua vida, esperando você fazer as coisas em ordem. Não, ele está em pé com você no palco. Melhor ainda, ele está dentro de você. Lembre-se de sua bondade, compaixão, companhia poderosa que vai com você por onde passa.

3. Eu sinto muito.
De todas as palavras que eu já falei com meus filhos, essas duas palavras (I'm sorry são duas palavras!) parecem ter tido um impacto mais poderoso. Admita que você está errado quando você está errado e aceite as consequências. 

4. Seja quem você já é.
Ela precisa ser lembrada quem ela é, e não quem ela deve ser. Em Cristo, ela está amando, mesmo se ela esteja agindo sem amor. Em Cristo, ela é paciente, mesmo que ela esteja agindo impaciente. Se encantar com sua nova identidade ao invés de simplesmente envergonha-la por seu comportamento errado.

Diga que ela é amada. Diga que ela é linda. Lembre-a do que é verdadeiro. Convide-a para viver na verdade de que Cristo está a formando para ser.

5. Você não pode salvar as pessoas.
Só Deus pode fazer isso. Eu cresci uma mãe que conhecia Jesus e um pai que não. Então passei quatro anos da minha infância carregando o peso da salvação dele sobre meus ombros. A história termina bem, ele aceitou Jesus quando eu tinha 11. Mas olhando para trás percebo como minha expectativa era ridícula. Lembre-a de rezar por aquelas que não acreditam, mas nunca para carregar o peso de tentar salvá-los por conta própria.

6. Eu estou confiando em Jesus. Quer se juntar a mim?
John (marido dela) diz que muito isso para nossos filhos (meninas gêmeas de 9 anos e um menino de 6, o post foi feito em 2013 e então hoje devem ter 11/12 e 8/9) quando a nossa família está no meio de uma transição ou diante de algo potencialmente assustador. Pode parecer um pouco "corny" (não achei uma tradução boa) para os mais velhos, mas a mensagem é esta - Eu estou confiando em Deus e estou bem se você se juntar a mim ou não. Convido você a se juntar a mim e adoraria que você se juntasse a mim, mas a escolha é inteiramente sua.

Eu ouvi dizer que você não pode obrigar uma criança comer, dormir ou usar o banheiro. E eu vou acrescentar o seguinte: você não pode obrigar uma criança a criar uma relação de confiança em Deus. Lembrá-la que sua fé é sua, assim como a dela é dela. 

7. Você tem algo a oferecer ao mundo.
Sei que esta é uma dança perigosa e é um floco de neve único. Mas é verdade, não é? Ela é a única e sempre será. Ela é feita à imagem de Deus e tem o privilégio de carregar essa imagem única ao redor do mundo. Cristo vive dentro dela e vai sair dela através do filtro de sua personalidade única. Lembre-a que ela tem alguma coisa (algumas coisas, na verdade) para oferecer ao mundo. Caminhe com ela enquanto ela descobre o que essas coisas possam ser.

8. Eu confio no Cristo em você.
Quando eu estava no ensino médio e tinha um problema tentava resolver sozinha, e meu pai me ouvia e oferecia seu conselho e quase sempre terminava nossas conversas com esta declaração: "Você sabe para onde ir". Ele nunca se apavorou, nunca tentou me empurrar para uma decisão. Ele poderia ter dito "eu cofio em você" e ter construído minha confiança. Mas o que eu sabia era que ele realmente confiava no Cristo em mim - e é aí que entra o que o apóstolo Paulo fala em Colossenses 1:27 - Cristo está em mim. Assim sou eu, mas é ele, mas sou, mas é ele - que belo mistério.

Para mim, sabendo que meus pais confiavam em mim construiu minha confiança - mas sabendo que eles confiavam no Cristo em mim me tirou a pressão.

9. Você é profundamente amado.
Ou, dito de uma forma um pouco diferente, eu gosto de usar as palavras de Andrew Murray:

"Deus ama você
Não porque você é inteligente,
Não porque você é bom,
Mas porque Ele é teu pai".

10. Você não está sozinho.
Esta poderia ser uma das realidades mais devastadoras que vejo entre as meninas - elas se sentem tão absurdamente sozinhas. Lembre-a que você está com ela, Cristo está com ela, e tenha cuidado para tentar não consertar sua solidão. Este pode ser o lugar muito íntimo onde Jesus pode mostra-la o seu companheirismo como ele nunca fez antes.

11. Quer is buscar alguns FroYo (iogurte congelado)?
Ela pode revirar os olhos. Ela pode dizer "não, obrigado, mãe". Ela pode preferir passar o tempo com amigos. Continuo a perguntar. Quando e se ela finalmente dizer sim, você tem a chance de sentar-se em frente a ela com um copo cheio de bolo com sabor iogurte congelado com morangos e minhocas de gelatina em cima, olhar em seus olhos e soltar sua própria agenda. Se ela quer falar sobre o tempo, deixe ela falar sobre o tempo. Seja curioso. Esteja aberto. Esteja disponível para ela, mesmo que pareça que ela não se importa se você está disponível ou não.

Ela se importa. Ela com certeza se importa.

12. __________
Não, isso não é um erro de digitação. Às vezes, a única coisa que as nossas meninas precisam ouvir-nos dizer é nada. As palavras não significam nada se nossas vidas não falam por nós. Pessoalmente, estou ciente de como eu às vezes uso palavras de crença para encobrir minha falta de crença real em minha vida diária. É mais fácil dizer aos meus filhos um monte de coisas que são verdadeiras do que é viver como essas verdades.


Post escrito pela Emily Freeman em seu blog Chatting at the sky. Traduzido por mim, Bruna em meu blog Recanto Materno. E sim, deixei de ficar um pouquinho com minhas filhas durante nossas mini-férias para traduzir esse post e colocar aqui no blog.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Compras para a casa - parte 4!

Ontem tirei o dia para comprar os quadros, revirei o site da amazon. hahaha Mas achei todos que precisava queria!! Eu e o Pedro compramos juntos (para escolher as melhores frases) e pelas nossas contas precisamos de 20 quadros e nem sei quantos compramos (só escolhi e deixei o Pedro finalizando tudo, rs) e aí vamos comprando aos poucos, uns diferentes. E não sei o preço de nada porque vai mais rápido sem ficar procurando os preços! hahaha
Eu quis fazer uma parede bem diferente (e acabamos escolhendo três livres na cozinha!), por isso os quadros são de cores e tamanhos diferentes (a maioria é preto porque a parede é branca) mas não sai muito do pedro, branco e vermelho. Que serão as cores das almofadas! rs

Esse foi o primeiro que compramos! s2 Ele roubou o coração dela, então ela roubou seu sobrenome.
Toda história de amor é linda, mas a nossa é a minha favorita!
AMOR: é paciente. É gentil. Não inveja e não se gaba. Amor não é orgulhoso, rude ou egoísta. Não mantém recordação dos erros. Não se irrita fácil. Não se alegra com o mal. Amor se alegra com a verdade. Amor sempre protege. Amor sempre confia, esperança e persevera.
Procura-se ajuda! Todos nessa casa são qualificados.
Família para sempre, não importa o que.
Se eu sou a rainha porque eu estou lavando a louça?
Eu amo nós.
Boas mães tem: chão sujo (na tradução literal é pisos pegajosos), forno sujo e crianças felizes.
Regras da família: Ajudar um ao outro. Sempre conte a verdade. Divida. Faça seu melhor. Pague com abraços e beijos. Escute seus pais. Ria de si mesmo. Diga "eu te amo". Tente coisas novas. Seja grato. Mostre compaixão. Seja feliz. Ame um ao outro. Sonhe grande. Respeite um ao outro. Ria alto. Mantenha suas promessas. Diga por favor e obrigado. Use palavras bondosas. Saiba que você é amado. Abrace muitas vezes.
Uma vez na vida você conhece alguém que muda tudo.
O que eu mais amo na minha casa é quem compartilha ela comigo. Deve estar errado mas foi o que mais fez sentido na minha cabeça. hahaha
Tudo o que você precisa é de amor... e um cachorro.
Você é amado... sempre.
Escreva suas preocupações na areia. Almeje suas bençãos (ta certo isso?) na pedra.
Obrigada a Deus por me abençoar muito mais que eu mereço.
1- Bebês são uma forma legal de "começar" pessoas.
2- Em algum lugar tem alguém que sonha com o seu sorriso, que encontra na sua presença a vida que vale a pena. Então, quanto estiver sozinho, lembre-se, é verdade. Tem alguém em algum lugar pensando em você.
3-Talvez não são estrelas, mas sim aberturas no céu onde o amor dos nossos queridos perdidos brilha para baixo para que possamos saber que eles estão conosco. 
4-Hoje é um bom dia.
Quem são essas crianças e porque estão me chamam de mãe?

Esses são para a cozinha, esses de baixo são para a nossa área de entrada. Que tem duas paredes e que não tinha como por espelho e aparador nas duas! hahaha Resolvemos colocar quadro então. Eles ficam em cima da sapateira da entrada, onde deixo pantufa (ou uggs no inverno) para todos.
Por favor tire seus sapatos ou limpe meu chão.
Lembre-se, até onde todo mundo sabe, nós somos uma família normal.
Por favor tire seus sapatos e não leve um par melhor quando sair.
Você chama isso de caos, nós chamamos de família.
Desculpe a bagunça, meus filhos estão fazendo memorias. 
O cachorro vive aqui, você está apenas visitando.
Esses vão ficar no lavabo.
Trocar o rolo de papel-higiênico não causa dano no cérebro. 
Regras do banheiro: Mirar certo. Usar fio dental direito. Limpar o assento. Escovar os dentes. Spray (de desodorante ou de bom ar, não sei hahaha) quando necessário. Tomar banho. Lave suas mãos. Cumpra seu dever. Você não terminou até toda a papelada (de trabalho) estiver completa e arquivada. Seja limpo. Troque o rolo. Cheque seus sapatos para papel-higiênico.
 Aviso: o sabão não é só para decoração! Por favor use-o.
E esses ainda não sei onde.
A casa de um homem é seu castelo até a rainha chegar.
Um pequeno pensamento positivo de manhã pode mudar todo seu dia.
Na nossa casa tem risada, existem erros, tem ruído, há desculpas, tem afeição, tem amor.
Esse último ainda não decidimos na verdade! Se ele couber na parede da entrada irá ficar lá e se não couber irá para o escritório do Pedro.
Na nossa salinha (metade de brinquedo, metade de tv).

10 dedinhos e 10 dedinhos do pé, o sorriso mais doce e um narizinho fofo. Irei colocar foto de todos quando nasceram e irei escrever o nome em cima ainda não sei como (mesmo sabendo quem é quem, quero que eles saibam também). Logo posto mais porta retratos assim que comprarei porque só irei por porta retrato na nossa salinha, só com momentos especiais.
E tem os que comprei para meu pai e minha sogra. Comprei mais para a sogra porque não tinha muito tempo mais! hahaha

Netos bem vindos - pais somente com hora marcado.
Bem quando eu pensei que era muito velho para me apaixonar de novo, eu virei avô/avó.
Netos: se eu soubesse que netos são tão divertidos eu teria tido eles primeiro.
Os melhores pais são promovidos a avós.
A segunda melhor coisa de ter você como mãe é saber que meus filhos terão você como vovó.
A vovó é um pouquinho mãe, um pouquinho professora e pouquinho melhor amiga.
Só a melhores mães são promovidas a vovós. Comprei um assim para meu pai.
Crianças muitas vezes são mimados porque ninguém baterá na vovó.
Minhas pessoas favoritas me chamam de vovô.

Todos esses posts de compra foram feitos antes de eu viajar! Mas decidi demorar um pouquinho para mostrar. rs